Governo convoca mais 3.655 jovens para o mercado de trabalho

O Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado, convoca mais 3.655 egressos dos cursos técnicos da Rede Estadual de Educação Profissional. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (14), por meio das suas redes sociais. A lista dos convocados está disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (15).
Os beneficiários atenderão a demanda de nove secretarias, quatro universidades estaduais, um instituto e uma empresa pública. Os jovens devem comparecer entre os dias 15 e 24 de março às unidades do SineBahia de sua cidade ou do município mais próximo, com os seguintes documentos: Carteira de Trabalho e Previdência Social e CPF. Quem não atender à convocação no prazo determinado perderá o direito à vaga.

VEJA A LISTA DE CONVOCAÇÃO
Lançado em novembro do ano passado, o Programa Primeiro Emprego tem como meta preencher, apenas no setor público, 4,5 mil vagas até novembro de 2017 e outras 4,5 mil até novembro de 2018. Ao conquistar a vaga, intermediada pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), os egressos terão carteira de trabalho assinada e todos os direitos garantidos.
Foto: Elói Corrêa/GOVBA
O Programa Primeiro Emprego contempla egressos da Educação Profissional
(Foto: Elói Corrêa/GOVBA)
O contrato tem duração de 24 meses no Estado, já as empresas particulares têm a prerrogativa de definir se haverá a continuidade do contrato. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo, já nos órgãos estaduais, o contemplado terá salário mínimo, plano de saúde (Planserv) e vale transporte.
Fonte: Secom

Terminam segunda-feira (13) as inscrições para processo seletivo da Educação

professora2Termina na próxima segunda-feira (13/3), o período de inscrições para o processo Seletivo Simplificado para contratação de pessoal, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), para as funções de professor da Educação Profissional e de preceptor de estágio de Enfermagem das unidades escolares da rede estadual, conforme edital nº 006/2017.
Também no dia 13/3 terminam as inscrição para o processo seletivo, via REDA, para as funções de apoio administrativo, técnico pedagógico a discentes com deficiência das unidades escolares, relacionadas ao edital Nº 007/2017 e para a função de professor para vagas temporárias decorrentes dos afastamentos dos professores titulares das unidades escolares, conforme o edital nº 008/2017.
Das vagas
São ofertadas 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras

Projeto Mais Infância inicia capacitação de educadores comunitários

Um dia após o lançamento do Projeto Mais Infância, gestores e professores de cerca de 250 creches de Salvador iniciaram a capacitação profissional neste sábado (11). Reunidos no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), os profissionais participaram do I Encontro de Formação Pedagógica.
creche1Esta é a primeira da série de reuniões para a reciclagem e reforço na qualificação de educadores que trabalham com crianças de 0 a 5 anos, em escolas e creches comunitárias espalhadas por diversos bairros de Salvador. Durante todo o ano letivo, os professores-alunos vão participar gratuitamente de palestras, oficinas e outras atividades, uma vez por mês, até dezembro.
O projeto das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) tem como meta capacitar, neste ano, cerca de 400 profissionais da educação infantil, por meio do debate de temas como psicologia infantil, didática, aspectos legais de funcionamento e administração das instituições, oficina de prestação de contas e a arte na formação das crianças. Neste sábado (11), os profissionais acompanharam duas palestras com os temas ‘A história das creches comunitárias em Salvador’ e ‘A cultura da infância – dimensões sociais e psicológicas da educação infantil’, com os professores Manoel Calazans e Leide Antonino.
Para o também diretor do Centro de Formação Tecnológica das Voluntárias Sociais, Manoel Calazans, a capacitação dos professores vai ajudar na educação dos pequenos estudantes das escolas comunitárias. “Vamos trabalhar a formação pedagógica desses educadores com foco na educação infantil, em articulação com algumas universidades. Elas vão trazer as suas tecnologias e experiências com o setor, para que possamos ajudar pedagogicamente as instituições de ensino comunitário em Salvador”, explicou Calazans.
Mais conhecimento
Os professores e gestores aprovam a oportunidade de agregar conhecimento à formação e à experiência, como destaca a gestora da Associação Beneficente Cultural Semeando a Esperança, no Largo do Tanque, Cristina Lima. “Nós, das instituições comunitárias, cumprimos um papel muito importante dentro dos bairros e das comunidades, porque é ali que a criança carente começa a se formar. Às vezes, é na escola que ela recebe a primeira referência de educação, de carinho, de atenção e de cuidado e nem sempre temos condição de pagar por uma qualificação profissional. Estamos comemorando essa iniciativa das Voluntárias e só esperamos bons resultados desse curso”, contou a gestora.
As atividades ocorrerão sempre no segundo sábado do mês, na Fundação Luís Eduardo Magalhães, com carga horária de 40 horas e certificação emitida pela VSBA. As creches que não se inscreveram e desejam encaminhar professores e gestores para a formação ainda podem fazer a adesão ao projeto. Basta entrar em contato com as Voluntárias Sociais da Bahia. Mais informações estão disponíveis pelo telefone (71) 3117-4904.
Fonte: Secom

Escola transforma pesquisas científicas em seminários educativos

IMG-20170307-WA0004

 

O Centro Integrado de Educação Assis Chateaubriand, bairro sobradinho, no município de Feira de Santana, promove  o seu 1º Seminário Interdisciplinar, que tem como principal objetivo trazer para a Escola Pública palestras e debates de cunho científico nas diversas áreas do conhecimento humano, além de expor projetos que buscam a melhoria da qualidade da educação pública.

O Seminário terá a duração de seis dias onde Professores, Estudantes e a Comunidade poderão deleitar-se e participar das discussões trazidas por palestrantes e pesquisadores de renome nacional e internacional.

Segue programação:

IMG-20170307-WA0003

 

Secretaria da Educação do Estado prorroga prazo de adesão ao Programa Todos pela Alfabetização

A Secretaria da Educação do Estado prorrogou até a próxima sexta-feira (10) o prazo para que as prefeituras e entidades dos movimentos social e sindical de toda a Bahia possam aderir à décima etapa do Programa Todos Pela Alfabetização (TOPA). Com o TOPA, 1,4 milhão de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos, que não puderam efetuar os estudos na idade regular, foram alfabetizados na Bahia. Topa   (299)

Para a adesão, as prefeituras já parceiras ou interessadas podem entrar em contato com o setor de Sistema do Programa TOPA, através do e-mail topa.sistema@educacao.ba.gov.br para posterior liberação de acesso ao Sistema Gestão TOPA. Em seguida, devem preencher o formulário, disponível no sistema pelo site www3.sec.ba.gov.br/gsec/gestaotopa, e imprimir duas vias do Termo de Adesão assinadas pelo prefeito e secretário municipal de educação. O termo e a documentação devem ser encaminhados, via Sedex, para a Coordenação de Avaliação e Monitoramento do Programa TOPA, até às 18h, da data limite, para o seguinte endereço: Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Coordenação de Programa Especiais (COPE), Programa Todos pela Alfabetização (TOPA), Avenida Luiz Viana Filho, nº 550, 5ª Avenida, 4º andar, Centro Administrativo da Bahia – CAB/Salvador – BA, CEP: 41.745-004.

Com relação às entidades que tenham interesse em firmar a parceria com o Programa, devem se dirigir aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e procurar o supervisor territorial para o processo de adesão. Posteriormente, a Coordenação de Avaliação e Monitoramento enviará ofício informando sobre a aprovação ou não da entidade. Caso sejam aprovadas, as instituições parceiras serão autorizadas a realizar o cadastramento dos alfabetizandos, a partir da definição de metas para cada município, pela Coordenação Geral do programa.

 

Fotos: Divulgação

Programa presta atendimento gratuito para profissionais da Educação

Os professores e profissionais da rede estadual de Educação contam com um atendimento gratuito e especializado nas áreas de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Serviço Social e Nutrição. Todos estes serviços são prestados no SAC Educação, podem ser agendados previamente e fazem parte das ações do Programa Saúde do Professor, da Secretaria da Educação do Estado. O programa tem o objetivo de prestar assistência e apoio a estes profissionais no desempenho de suas atividades.
A psicóloga Ariane é uma das profissionais envolvidas no atendimento aos professores e profissionais da Educação. Ela conta que o serviço realiza um trabalho de prevenção e também contribui para reabilitar e promover a saúde dos professores e funcionários da área. “O nosso papel é fazer um acolhimento diferenciado, mais humanizado, por meio de uma escuta sensível, técnica e qualificada”, comenta a psicóloga. Ela acrescenta que “o contato pessoal com a equipe do programa ajuda na melhora da autoestima e, consequentemente, da qualidade de vida daqueles que nos procuram”.
Além do atendimento individual, os profissionais ligados ao Programa Saúde do Professor visitam as escolas da rede estadual para a realização de oficinas, como as relacionadas à saúde vocal e as de ginástica laboral. Em 2016, 110 unidades escolares foram visitadas, em Salvador e na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Além disso, 1.256 servidores foram beneficiados pelo Programa Saúde do Professor, com o atendimento presencial, só em 2016, no SAC Educação.
Sobre o Programa 
De caráter interdisciplinar, o serviço é desenvolvido em Salvador, Lauro de Freitas, Simões Filho e Camaçari, nas áreas da Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Serviço Social e Psicologia. O serviço é oferecido com hora marcada, das 8h às 17h, por meio do número (71) 3117-1434. Para o professor que necessitar de acompanhamento após o atendimento no SAC Educação, a Secretaria da Educação conta com as parcerias de mais de 30 universidades e faculdades, onde os professores podem frequentar os serviços de Saúde destas instituições.
Regina Borges, coordenadora do Programa Saúde do Professor, lembra que o serviço é extensivo a qualquer profissional da Educação de qualquer lugar da Bahia. “O atendimento presencial é feito só aqui em Salvador, mas todos aqueles professores e profissionais da rede estadual que precisarem de alguma orientação ou encaminhamentos podem nos procurar”. Além disso, acrescenta, no Portal da Educação, os interessados podem obter orientações e informações sobre o funcionamento do programa.
Onde encontrar os serviços do SAC Educação:
- Salvador: Av. da França, S/N, Instituto de Cacau, 1º andar. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.
- Feira de Santana: Rua Vasco Filho, S/N, Centro, próximo ao Terminal Rodoviário. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 7h às 18h.
Telefones para agendamento:  (71) 3117-1434 e (71) 3115-1448

Secretaria orienta estudantes sobre conservação de livros

Os livros didáticos são ientrega-de-fardas-e-livros-002ndispensáveis para o processo de ensino e de aprendizagem, se tornam parte da rotina diária dos estudantes e em muitos casos são reaproveitados de uma série para outra por estudantes diferentes. Nesse sentido, a Secretaria da Educação do Estado presta algumas orientações para evitar o desgaste do material e que contribuem para a conservação desta importante fonte de conhecimento.
Forrar os livros é uma ótima alternativa para a conservação. Os estudantes podem utilizar plásticos e outros matérias como diferentes tipos de papeis para customizar as capas. Podem utilizar até fotografias. A ideia, segundo a coordenadora do Livro Didático da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, é deixar a criatividade fluir para proteger os livros.
“É necessário que as unidades escolares promovam uma constante ação de conscientização por meio dos professores, colegiado escolar, líderes de classe e familiares para que os livros sejam bem conservados. Sugerimos que sejam produzidos cartazes com orientações, organizar o Dia do Encapamento para que os alunos usem a criatividade dentro da disciplina de Artes, promover concursos de capas e premiar as turmas com o maior número de livros bem conservados”, recomenda Alessandra Santana.
A coordenadora ressalta a importância da participação da família no cuidado com o material didático dos filhos. “Os pais também podem fiscalizar e conscientizar os estudantes, orientando-os a manter os livros em local apropriado, arejado e sem umidade. Além disso, não devem riscar, rasurar ou rasgar as páginas e capas, porque os mesmos serão devolvidos para serem reutilizados por outros estudantes, seguindo o triênio da campanha”, esclarece.
Os livros didáticos são solicitados pelas escolas diretamente ao Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e todos os exemplares disponibilizados são aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Uma vez entregues, passam a ter dominialidade das escolas, que realizam a entrega aos estudantes.
Fonte: Ascom

Rui firma parceria com Google e garante coordenadores pedagógicos

tecnologia
Durante a aula inaugural do ano letivo 2017 da rede estadual de ensino, nesta quarta-feira (8), o governador Rui Costa assinou em um Chromebook um termo para que todas as escolas estaduais tenham coordenador pedagógico. Outro marco para a rede estadual foi o lançamento do programa Inove Educação, fruto de uma parceria da Secretaria da Educação do Estado com a Google INC, para a disponibilização gratuita da plataforma Google Apps para Educação. A aula, no auditório do Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, em Salvador, contou com as presenças do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, e de centenas de estudantes, professores e gestores.
O aplicativo Google Sala de Aula disponibiliza um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores. O projeto inclui o treinamento dos gestores e professores, iniciando-se em 20 escolas de oito Núcleos Territoriais de Educação (NTE).
O governador Rui Costa falou sobre os avanços na Educação e destacou, em especial, a implantação das coordenações pedagógicas. “O papel do coordenador pedagógico é exatamente o de reorientar, articular do ponto de vista da técnica, da pedagogia, da organização do ensino de cada escola do Estado”, afirmou o governador. Ele enfatizou “que o objetivo final da Educação é transformar vidas humanas. Como fazer isso? Despertando milhares de vocações. E confesso, como ex-aluno da rede pública, me sinto orgulhoso por esta meninada que desfilou aqui, cada um com seu talento. Estes alunos são a escola pública da Bahia. Nós podemos fazer a diferença e transformar as nossas vidas pela Educação”, afirmou Rui, ao anunciar, ainda para 2017, concurso público para professores, melhorias na infraestrutura das escolas e a implantação das Escolas Culturais e ações em parceria com o Sebrae e o Senai/Cimatec voltados para a Educação Profissional.
O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, ressaltou que para além da Tecnologia, a pedagogia é a essência da escola e todos os esforços estão sendo empreendidos pela Secretaria para fortalecer as ações pedagógicas. “A Tecnologia é ferramenta, é acessório, mas a pedagogia não pode ser uma agenda, um livro, um papel. A pedagogia é como a aurora que se reinventa a cada manhã. Toda escola com coordenação pedagógica é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, afirmou. Pinheiro salientou que a escola precisa ter agenda própria, deve estar aberta à comunidade para a convivência das famílias e ter sintonia com as demandas territoriais. “A escola tem que fazer sua agenda, escolher o caminho das Artes, da Ciência, da Saúde, da vida. A escola não é ponto para formar apertadores de botões, é uma escola para formar cidadãos”, acrescentou Pinheiro.

Rui investe em escolas culturais e reforça estrutura na educação

A Bahia terá 85 escolas culturais, constituídas em espaços abertos para a sociedade. O assunto é destaque do programa Digaí, Governador! desta semana. “Em cada uma dessas escolas, nós teremos, por exemplo, um núcleo de orquestra do Neojiba. Assim como outras linguagens, como dança e poesia. Queremos transformar essas escolas em celeiros de arte. E quem sabe podemos despertar e descobrir muitos talentos existentes nas nossas escolas culturais”, afirma Rui Costa.
O objetivo é incluir a arte e a cultura no currículo escolar do estudante, e não apenas como uma atividade complementar. De acordo com o governador, a ideia surgiu a partir da série de visitas a escolas que ele tem realizado desde o início da gestão. Já são 222 unidades visitadas ao longo de 237 viagens ao interior da Bahia. “Lá no início, em 2015, eu conheci uma escola em Tanhaçu, onde o diretor montou uma sala de cinema em uma das salas de aula e aberta não apenas aos alunos. Baseado nesta e em muitas outras experiências que conheci ao longo desses dois anos, estamos lançando agora as escolas culturais”.
Cerca de R$ 100 milhões serão investidos na melhoria da estrutura física das escolas, lembra Rui. “Além disso, estamos anunciando que todas as escolas de nível médio do Estado terão coordenadores pedagógicos. Isso aumenta nossa expectativa de qualidade nas escolas”.
Como marco de valorização da educação, o governador destaca o Programa Primeiro Emprego, lançado em novembro do ano passado e que tem como meta preencher, apenas no setor público, 9 mil vagas até novembro de 2018. As vagas são para “jovens que concluírem o segundo grau [nível médio] com curso profissionalizante, em várias áreas do Estado, assim como também na iniciativa privada”.
Nesta edição, Rui anuncia ainda o lançamento do Programa Mais Futuro, no primeiro semestre deste ano. A iniciativa é voltada “aos jovens que estão na universidade. […] Será oferecida uma bolsa de estudo àqueles jovens de família carente e cadastrados no CadÚnico. Nossa expectativa é alcançar algo em torno de 8 mil jovens. Após o sexto semestre, eles vão ter a oferta de estágio em vários órgãos públicos do Estado, inclusive nas escolas estaduais”.
Abertura do ano letivo
Com o início do ano letivo, o governador convoca “os jovens, os professores e a comunidade escolar, junto com a família, para que o retorno às aulas ocorra com a maior motivação possível e o maior entrosamento com a família, para que possamos ter um ano que marque a história da educação na Bahia”.
Nesta quarta-feira (8), Rui participa programa de abertura do ano letivo, realizado no Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, no bairro Caixa D’Água, em Salvador, às 8h30. O programa será transmitido ao vivo pela TV Educativa (TVE) e também pelo Portal da Educação.
O Digaí, Governador! é produzido pela Secretaria de Comunicação Social (Secom), veiculado pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por diversos veículos de comunicação. Está disponível no site da Secom e pelo telefone 0800 071-7328.

Secretário da Educação do Estado participa da Jornada Pedagógica em Feira de Santana nesta sexta-feira

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, participa da Jornada Pedagógica em Feira de Santana, nesta sexta-feira (3). Às 10h, Pinheiro estará no Colégio Estadual General Osório, no Centro e, depois, seguirá acompanhado por gestores e superintendentes da Secretaria para o Colégio Estadual Gastão Guimarães, também no Centro da cidade.

A jornada começou, nesta quarta-feira (1°) e segue, simultaneamente, até esta sexta-feira (3), em todas as escolas da rede estadual de ensino e tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar”. Na capital e no interior, professores, gestores, estudantes, familiares e representantes da comunidade do entorno discutem e constroem o Projeto Político Pedagógico das escolas, além de planejar as atividades interdisciplinares a serem realizadas, em 2017.

Serviço:

O que: Secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, participa da Jornada Pedagógica, em Feira de Santana.

Quando: Sexta-feira (3 de fevereiro)

Horário: Às 10h

Locais: Colégio Estadual General Osório e Colégio Estadual Gastão Guimarães.

Contato: 75-3623-1930 – NTE 19 – Darlan do Ouro – 75-9-9113-4622