Professores e profissionais da Educação podem se inscrever gratuitamente no Virtual Educa Internacional Bahia 2018

Os professores e profissionais de Educação das redes estadual, municipal e federal do Estado da Bahia podem se inscrever gratuitamente para participar do XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores encontros internacionais de tecnologia aplicada à Educação da América Latina, que será realizado, pela primeira vez na Bahia, entre os dias 4 a 8 de junho. As inscrições devem ser feitas até o dia 20 de maio, através do link <virtualeduca.org/bahia2018/inscripcion/> ou pelo Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

virtualEduca2

Também seguem abertas, até o dia 30 de abril, as inscrições para que educadores de todo o Brasil possam apresentar trabalhos durante o Virtual Educa Bahia 2018. A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão científica internacional e divulgada no dia 7 de maio. A inscrição é gratuita e deve ser realizada on-line, no endereço <virtualeduca.org/encuentros/bahia2018/PT/ponencias> ou pelo Portal da Educação.  Após a comunicação dos trabalhos selecionados para a apresentação no evento, os autores terão um prazo para confirmar a participação, bem como para solicitar revisões de possíveis erros. O resultado final dos selecionados será publicado no dia 11 de maio e a programação geral do encontro, no dia 25 de maio.

 

O Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, Caribe e da África e terá como tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”. As atividades acontecerão no novo Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, a ser inaugurado no antigo ICEIA, no bairro do Barbalho, em Salvador. Paralelamente, o Virtual Educa envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul” voltado para representantes governamentais e de instituições internacionais, a ser realizado no Porto de Salvador.

 

Sustentabilidade – O Virtual Educa opera por meio de uma aliança de organizações internacionais, agências multilaterais e instituições públicas e privadas, reunindo os setores público, empresarial, acadêmico e da sociedade civil. A 19ª edição do Encontro marcará o lançamento do programa Think Blue, do Banco Mundial, que visa estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade e na economia sustentável. No ano passado, o evento reuniu mais de 29 mil pessoas em Bogotá, na Colômbia.

 

 

Estado inscreve para seleção REDA de professor da Educação Profissional para a capital e o interior

A Secretaria da Educação do Estado está com inscrições abertas, até o dia 23 de abril, para o processo seletivo de professores para a Educação Profissional e Tecnológica, pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). São ofertadas 130 vagas, sendo 100 para professores que irão atuar no Eixo Tecnológico de Produção Cultural e Design e 30 para o Eixo Recursos Naturais. As inscrições são feitas, exclusivamente, pelo site: selecao.ba.gov.br.

 Estudantes do CETEP do Reconcavo participam da Expo Rural (16)

A oferta para o Eixo Recursos Naturais é para professores que irão atuar no curso técnico de nível médio em Agroecologia, nos Centros Estaduais (CEEP) e Territoriais (CETEP) de Educação Profissional e anexos, localizados nos municípios de Itaitê, Wagner, Conceição do Coité, Itaberaba, Barra do Choça e Conceição do Almeida. Estes cursos são ofertados em regime de alternância, por meio do qual os alunos ficam parte do período interno na unidade escolar e parte nas suas comunidades.

Já os professores do Eixo Tecnológico de Produção Cultural e Designer irão atuar nos cursos de Canto, Cenografia, Composição e Arranjo, Comunicação Visual, Conservação e Restauro, Dança, Figurino Cênico, Instrumento Musical, Multimídia, Processos Fotográficos, Produção de Áudio e Vídeo, Publicidade, Regência e Teatro, ofertados tanto nos Centos de Educação Profissional quanto no projeto Escolas Culturais, em vários Territórios de Identidade da Bahia.

Os interessados devem possuir diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, de acordo com a função e/ou área de atuação. O processo seletivo simplificado será constituído de uma única etapa – avaliação curricular -, de caráter eliminatório e classificatório. O resultado provisório dos candidatos habilitados será divulgado no dia 25 abril, no Portal da Educação, com prazo para recursos abertos nos dias 26 e 27 de abril. A relação definitiva dos candidatos habilitados será divulgada no dia 4 de maio, para que encaminhem a documentação de comprovação da avaliação curricular.

Acesse o edital no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado realiza seleção REDA para professor da Educação Profissional

Com a política de ampliação na oferta de cursos da Educação Profissional e Tecnológica para o ano letivo de 2018, o Governo do Estado abriu seleção para 100 professores, no Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), com carga horária de 20h, dentro do Eixo Tecnológico de Produção Cultural e Design. A iniciativa vai preencher as vagas originadas da nova estruturação da rede, que passou a ofertar 14 cursos só neste eixo, o dobro em relação a 2017. As inscrições encerram no dia 23 de abril e podem ser feitas pelo site selecao.ba.gov.br.

 10770(1)

Os interessados devem possuir diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, de acordo com a função e/ou área de atuação. O Processo Seletivo Simplificado será constituído de uma única etapa, avaliação curricular, de caráter eliminatório e classificatório. As vagas são disponibilizadas nos Centros de Educação Profissional, em todo o Estado.

Os professores vão atuar, entre outras atribuições, em programas estaduais e federais de Educação Profissional, bem como em cursos em regime de alternância. Também irão participar da elaboração da proposta pedagógica e do plano de desenvolvimento do estabelecimento de ensino, além de elaborar e cumprir plano de trabalho e de aula, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.

O resultado provisório dos candidatos habilitados será divulgado no dia 25 abril, no Portal da Educação, com prazo para recursos abertos nos dias 26 e 27 de abril. A relação definitiva dos candidatos habilitados será divulgada no dia 4 de maio, para que encaminhem a documentação de comprovação da avaliação curricular.

Novidade - A partir deste ano, a rede passou a ofertar os seguintes cursos no Eixo Tecnológico de Produção Cultural e Designer: Canto, Cenografia, Composição e Arranjo, Comunicação Visual, Conservação e Restauro, Dança, Figurino Cênico, Instrumento Musical, Multimídia, Processos Fotográficos, Produção de Áudio e Vídeo, Publicidade, Regência e Teatro. Com isso, a oferta passou de cinco para 16 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), de oito para 23 municípios e de 11 para 18 unidades escolares, sendo 11 dentro do projeto Escolas Culturais.

Matriz curricular - Outra novidade é a reformulação do currículo com a redução de carga-horária, tendo em vista que os cursos passam a ser ofertados em um ano, e com a inserção de novas disciplinas, como as de Empreendedorismo e Intervenção Social e Política e Gestão Cultural. A disciplina de Empreendedorismo e Intervenção Social está voltada para a difusão da prática de empreendedorismo em diversos setores da cultura, conscientizando os alunos sobre a dinâmica econômica do setor cultural, envolvendo conceitos da economia da cultura. Já a disciplina de Política e Gestão Cultural visa estimular o estudante por meio de reflexões e práticas sobre o universo da cultura na contemporaneidade, realizando uma maior aproximação com seus Territórios de Identidade e com temas ligados às culturas brasileiras e baianas, às políticas culturais, além da organização da cultura (gestão, planejamento, programação, produção).

Convocação – Para a Educação Básica, a Secretaria da Educação está  convocando os candidatos aprovados nos processos seletivos realizados em 2017, pelo REDA, para professores e profissionais da Educação. As convocações acontecem mediante publicações de editais no Diário Oficial do Estado (DO). Até o momento, a Secretaria já convocou 5.524 educadores. A orientação é para que os aprovados compareçam, imediatamente, ao Núcleo Territorial de Educação (NTE) para os quais foram convocados, para os procedimentos necessários à contratação e encaminhamento às unidades escolares que possuem vaga para assumirem suas funções. Os editais de convocação podem ser conferidos no Portal da Educação:http://institucional.educacao.ba.gov.br/selecaoconcursos

Concurso – Para ampliar o quadro e investir, ainda mais, na carreira do magistério estadual, a Secretaria também realizou o concurso público para 3.760 vagas de professores e coordenadores pedagógicos, em 2018. O processo está em andamento. A lista dos classificados nas provas objetivas e discursiva foi divulgada no Diário Oficinal de sábado (14). O resultado final será divulgado no dia 12 de junho.

Prorrogado prazo para inscrições de trabalhos no Virtual Educa Bahia 2018

Foram prorrogadas, até o dia 30 de abril, as inscrições para educadores de todo o Brasil que desejam apresentar trabalhos durante o Virtual Educa Bahia 2018. Trata-se de um dos maiores eventos mundiais sobre Inovação e Tecnologia aplicadas à Educação, que irá acontecer entre os dias 4 e 8 de junho, em Salvador. A seleção dos trabalhos dos educadores será feita por uma comissão científica internacional e divulgada no dia 7 de maio. A inscrição é gratuita e deve ser realizada on-line, no endereço: virtualeduca.org/encuentros/bahia2018/PT/ponencias.

 VirtualEduca

Após a comunicação dos trabalhos selecionados para a apresentação no evento, os autores terão um prazo para confirmar a participação, bem como para solicitar revisões de possíveis erros. O resultado final dos selecionados será no dia 11 de maio e a programação geral do encontro, no dia 25 de maio.

Outra inscrição – Também estão abertas, até 20 de maio, no link virtualeduca.org/bahia2018/inscripcion/, as inscrições para os interessados em participar do XIX Encontro Internacional Virtual Educa. Este evento foi criado em 2001, com o objetivo de promover a inovação na Educação para promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável, especialmente na América Latina e no Caribe. Tanto é que o lema desta edição é “Educação para transformar a sociedade em um espaço único multicultural”, em virtude da importância estratégica da Educação nas sociedades plurais do século XXI. Além disso, o Virtual Educa está associado ao I Fórum Global Virtual Educa sobre ‘Cooperação SUL-SUL’, sobre questões de inovação para a inclusão.

O Virtual Educa opera por meio de uma aliança de organizações internacionais, agências multilaterais e instituições públicas e privadas, reunindo os setores público, empresarial, acadêmico e da sociedade civil. Nesta edição do encontro, será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial, que visa estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade e na economia sustentável.

Educadores participam de formação voltada para a alfabetização de crianças na idade certa

Cerca de 140 formadores locais da Região Metropolitana de Salvador participaram, nestas quinta e sexta-feira (12 e 13), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, da formação “III Tempo Formativo – Refletindo sobre os percursos de ser alfabetizador: problematizar, analisar e refletir a prática alfabetizadora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC)”. O encontro aborda estratégias voltadas à alfabetização das crianças na idade certa, ou seja, até os oito anos de idade.

PNAIC - Alfabetizadores da região metropolitana (8)

Fotos: Emerson Santos

A coordenadora regional do PNAIC, do NTE 26, Luciana Moraes, fala sobre o impacto da formação nos municípios. “Estes formadores locais foram indicados pelos municípios através de uma seleção e, quando retornarem às suas cidades irão realizar uma formação com os professores e coordenadores pedagógicos de suas redes que, por sua vez, vão chegar até os estudantes”, destacou.

A formadora regional do NTE 26, Laurinda Julião, responsável pela formação das turmas do segmento Pré-Escola, salientou que pela primeira vez o PNAIC incluiu a pré-escola. “Nesta formação, esclarecemos com os formadores locais a diferenciação entre a formação de atitudes de leitores e produtores na leitura e na escrita em uma perspectiva lúdica que não é a antecipação de uma escolarização na pré-escola. Outro ponto que destacamos foi a ludicidade como princípio formativo, pois nas diretrizes curriculares e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) estão previstos como princípios de que a criança precisa se desenvolver em todos os campos de experiências nos eixos de formação pessoal e de conhecimento de mundo, através da brincadeira e, principalmente, das interações”.

Para a formadora local, Ana Cristina Palmeira, que atua em Salvador, processos formativos como este são enriquecedores. “É um momento que nós temos de ressignificação dos conhecimentos porque o mundo é dinâmico e, a partir disso, iremos orientar outros professores e coordenadores pedagógicos a reverem suas práticas. Além disso, podemos trocar experiências com formadores de diferentes municípios”, afirmou a educadora.

Secretaria da Educação do Estado convoca aprovados em seleção REDA em toda a Bahia

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia está convocando os candidatos aprovados nos processos seletivos realizados, em 2017, pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), para professores e profissionais da Educação. As convocações acontecem mediante publicações de editais no Diário Oficial do Estado (DO). Até o momento, a Secretaria já convocou 5.524 educadores.

seleçaoProfessor015

Foto: Ilustração

A orientação é para que os aprovados compareçam, imediatamente, ao Núcleo Territorial de Educação (NTE) para os quais foram convocados, para os procedimentos necessários à contratação e encaminhamento às unidades escolares que possuem vaga para assumirem suas funções. Os editais de convocação podem ser conferidos no Portal da Educação:http://institucional.educacao.ba.gov.br/selecaoconcursos

Para ampliar o quadro e investir, ainda mais, na carreira do magistério estadual, a Secretaria realizou o concurso público para 3.760 vagas de professores e coordenadores pedagógicos, em 2018, com resultado final a ser divulgado no dia 12 de junho.

Secretaria da Educação do Estado promove Encontro sobre o Programa Formação pela Escola

A Secretaria da Educação do Estado realizou nesta quarta-feira (11), no auditório do órgão no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, o Encontro de Alinhamento com os Multiplicadores do Programa Formação pela Escola (FPE). Com a participação de 21 educadores, o objetivo foi apresentar as ações desenvolvidas em 2017, além debater o planejamento para 2018 e socializar novas estratégias do programa. Neste ano, 323 municípios aderiram ao FPE e 100 novos tutores serão formados, a partir desta quinta-feira (12).

Encontro de formação pela escola  (14)

Foto: Josenildo Almeida

A coordenadora de Projetos Especiais da Secretaria da Educação, Elenir Alves, destacou o objetivo das formações e o papel do Estado para o fortalecimento dos programas. “Todos os programas que trabalhamos são de assistência técnica de apoio pedagógico às redes municipais. Então, a nossa ação, em regime de cooperação, é de fortalecimento do comitê gestor local. Esse comitê é instituído pelo município e nosso papel é a formação, acompanhamento e monitoramento deste comitê. E para otimizarmos ainda mais nossa atuação, nós realizamos a formação de multiplicadores nos Programas Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e Formação pela Escola (FPE) para trabalhar tudo isso de forma convergente, e não de forma separada”, contou.

A coordenadora estadual do FPE, Graciene Guimarães, explicou como acontece o processo de formação para o programa. “A formação é uma rede. Começamos com os multiplicadores que fazem parte do Estado. Eles formam os tutores indicados pelos municípios e depois a formação chega aos cursistas, que participam de turmas, que em média possuem de 25 a 40 participantes. São nove cursos oferecidos que esclarecem sobre a gestão escolar, como transporte, merenda e censo. Podem participar desde educadores até membros da sociedade civil. Para se ter uma ideia conseguimos formar 51.834 cursistas, em 2017”, disse.

A professora Darly Moreno, responsável pelas ações do FPE no Núcleo Territorial de Educação (NTE 11) de Barreiras, na região do Oeste Baiano, falou como é atuação dos multiplicadores no programa. “Eu realizo o acompanhamento e formação dos tutores neste processo formativo e a gente já percebe diversos avanços nos municípios. Por exemplo, dos 14 municípios da região, 13 são adidos à ação e atualmente neste bimestre, março e abril, possuímos 781 cursistas participando de cursos que abordam temas como o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), transporte, censo e livro didático. E esse processo formativo tem contribuído muito para as regionais”, afirmou.

Ingressos da Campus Party são disponibilizados para estudantes e professores

Estudantes e professores da rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica podem se inscrever para participar da segunda edição do Campus Party Salvador 2018, a partir desta segunda-feira (9) até o às 12h do dia 12/4. Para o recebimento de ingressos e obter consequente acesso ao evento de tecnologia será necessário o preenchimento da ficha de inscrição, através dos links https://goo.gl/38wDz7 (para professor) e https://goo.gl/2V8xYm (para aluno). A feira acontece de 16 a 20 de maio, na Arena Fonte Nova, por meio de uma parceria entre a Secretária de Educação do Estado da Bahia com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Campus Party - Camping -

Foto: Claudionor Junior

Serão disponibilizados 500 ingressos para os acessos ao Campus Party Salvador 2018, que serão ofertados em duas modalidades – com barraca (100) e sem barraca (400) –, sendo que a escolhadeverá ser feita no ato da inscrição. Os selecionados serão orientados, através dos e-mails, fornecidos no ato da inscrição, para a ativação dos ingressos, dentro de um prazo para cada código individual de acesso. Caso algum dos selecionados não ative o ingresso, o mesmo poderá ser disponibilizado para outro interessado da mesma ou de outra unidade escolar.

A obtenção dos ingressos requer critérios de seleção específicos para professores e estudantes, destacando que a ordem de inscrição será válida para ambos no processo seletivo. No caso dos docentes, eles terão que ser integrantes da rede estadual de ensino, bem como possuir ou orientar projetos na Rede de Educação Profissional e Tecnológica do Estado da Bahia e ter e-mail ativo. O estudante, por sua vez, terá que estar matriculado na Rede de Educação Profissional e Tecnológica do Estado da Bahia e frequentando as aulas regularmente, sendo que terão prioridade os que estão inseridos em projetos de pesquisa, desenvolvidos na unidade escolar, e os ligados aos eixos tecnológicos de Informação e Comunicação ou Controle e Processos Industriais.

São critérios de seleção dos estudantes possuírem e-mail ativo e terem, preferencialmente, 18 anos ou mais. A participação de alunos menores de 18 implica em apenas ingressos na modalidade “sem barracas” e requer que o mesmo seja acompanhado de um responsável da unidade escolar e apresente autorização do responsável legal (pai ou mãe, ou tutor, curador ou guardião legais) com firma reconhecida em cartório, no ato da inscrição e durante os dias do evento. O acompanhante do menor também deverá fazer a inscrição para obter o seu ingresso e ter acesso ao evento.

 

Campus Party Salvador – Durante cinco dias, estudantes de todo o Estado terão a oportunidade de atualizar conhecimentos e trocar experiências por meio de projetos inovadores de iniciação científica, desenvolvidos em sala de aula no âmbito da Educação Profissional e Tecnológica, realizados pela Secretaria da Educação do Estado. A diretora de Empreendedorismo, Inovação e Institucionalização da Superintendência de Educação Profissional e Tecnológica, Danile Sanches, destaca a importância do Campus Party e do incentivo à participação dos estudantes e professores dos cursos técnicos da rede. “O evento tem o intuito de oportunizar uma vivência real com os avanços tecnológicos de ponta, despertando o espírito investigativo, a criatividade e o empreendedorismo, em busca de soluções e inovações que visem transformar e contribuir para o desenvolvimento do Estado da Bahia, promovendo o desenvolvimento social, econômico e ambiental; a interação da Educação Profissional com o mundo do trabalho; a disseminação da cultura empreendedora; e o estímulo à inovação e ao desenvolvimento científico-tecnológico dos estudantes dos cursos técnicos”. Informações sobre o evento no http://brasil.campus-party.org/cpbahia/

Critérios de seleção para obtenção de ingressos:

 Para professor:

 – Ordem de inscrição

- Ser integrantes da rede estadual de ensino

- Possuir ou orientar projetos na Rede de Educação Profissional e Tecnológica do Estado da Bahia

- Ter e-mail ativo.

Para estudante:

- Ordem de inscrição

- Estar matriculado na Rede de Educação Profissional e Tecnológica do Estado da Bahia

- Estar frequentando as aulas regularmente

- Possuir e-mail ativo

- Ter 18 anos ou mais, preferencialmente. A alunos de menor deverá estar acompanhado de um responsável da unidade escolar e apresentar autorização do responsável legal.

 

Educadores do Nordeste participam em Salvador de formação sobre os Planos Municipais de Educação

Encontro Nordeste da Rede de PME (16)

Foto: Claudionor Junior

 

Técnicos da Secretaria da Educação do Estado, bem como avaliadores educacionais, supervisores e coordenadores das redes que monitoram os Planos Municipais de Educação dos Estados da Bahia, Sergipe, Alagoas e Piauí, participaram, nesta segunda-feira (9), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), do Encontro da Região Nordeste da Rede de Monitoramento do Plano Municipal de Educação (PME). Por meio deste encontro formativo, os técnicos poderão auxiliar os municípios no monitoramento e avaliação dos seus Planos Municipais de Educação. O evento foi promovido pelo Ministério da Educação (MEC), através da Secretaria de Articulação dos Sistemas de Ensino (SASE), em parceria com a Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

A coordenadora de Projetos Especiais (Cope), da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Elenir Francisca, destacou o objetivo do encontro. “A finalidade é traçar o planejamento das demandas de ação da rede de assistência aos municípios para este ano, o monitoramento dos Planos Municipais de Educação, além da busca ativa para verificar nos municípios as crianças que estão fora da escola”, informou.

A diretora de Cooperação e Planos da SASE, do MEC, Vânia Clemente de castro, salientou que “além de rever o processo e monitoramento de avaliação dos planos, a questão principal nesta formação é definir a nossa proposta de trabalho com o foco na Meta 1 do Plano Nacional de Educação, da Lei 13.005/2014, que venceu em 2016 e precisa, de fato, ser cumprida”, afirmou.

A meta 1 do Plano Nacional de Educação (PNE) objetiva universalizar, até 2016, a Educação Infantil na pré-escola para crianças de quatro a cinco anos de idade e ampliar a oferta de Educação Infantil em creches de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até três anos até o final da vigência do PNE.

Para a avaliadora educacional do Estado de Sergipe, Rose Jane Hipólito, o encontro foi esclarecedor. “Recebemos orientações para ajudarmos os municípios no monitoramento e avaliação dos Planos Municipais de Educação e, também, buscamos subsídios de como orientar esses municípios tendo em vista as dificuldades existentes. Além disso, trocamos experiências com avaliadores de outros Estados que também apresentam as mesmas dificuldades e apresentam as soluções”, destacou.

 

Seminário aborda implementação da Base Nacional Comum Curricular

Técnicos da Secretaria da Educação do Estado, professores, coordenadores pedagógicos, gestores escolares e secretários municipais de Educação participam, até esta sexta-feira (6), do Seminário de Mobilização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no auditório do Hotel Bahia Sol, em Salvador. O evento, que integra a programação do Fórum Extraordinário da União Nacional dos Dirigentes Municipais (UNDIME) seccional Bahia, faz parte da etapa de mobilização para assegurar que as discussões sobre a BNCC da Educação Infantil e do Ensino Fundamental aconteçam nas unidades escolares das redes de Ensino Estadual, Municipais e Privadas.

0604 - Fórum Extraordinário da Undime  - Fotos Gabriel Carvalho (1.1)O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, participou da atividade, nesta sexta-feira (6) e ressaltou a importância do fortalecimento da relação entre Estado e municípios para o desenvolvimento da Educação Pública na Bahia. “É uma obrigação do Estado, do plano colaborativo, mas esta obrigação não pode ser só a do papel e, sim, da prática, da inovação, da implementação dos novos métodos e, principalmente, da interação para a construção desses novos métodos. Todos os professores do município podem nos ajudar e muito, com a experiência, com a expertise para a gente ir cada vez mais aprimorando o nosso currículo Bahia e contribuindo com a nossa plataforma. Então, isso é decisivo para a gente cooperar, ajudar na formação continuada dos professores dos municípios e, ao mesmo tempo, beber nessa fonte de informação para a gente ir construindo os caminhos transformadores para a Educação”, destacou Pinheiro.

O subsecretário a Educação do Estado, professor Nildon Pitombo, também participou do evento e falou sobre a necessidade da colaboração mútua entre os diversos envolvidos. “A Secretaria da Educação do Estado tem promovido várias ações para discutir a implementação da Base Nacional Comum Curricular com gestores, professores, estudantes e os mais diferentes segmentos interessados. Para além disso, a Secretaria fomenta o diálogo e o regime de colaboração com os municípios, as universidades e a sociedade, de modo que a BNCC seja legitimada por todos e, principalmente, que seja implementada de forma eficaz, considerando a diversidade histórica, cultural e social da Bahia”, afirmou.

A programação do evento envolve mesas de discussões sobre a BNCC com a participação de instituições parceiras, universidades, representantes de estudantes e educadores de todo o Estado. Na ocasião, também foi apresentado o Plano de Trabalho para a implementação da BNCC da Educação Infantil e do Ensino Fundamental em todo o Estado da Bahia, além da assinatura do Pacto pela Base para fortalecer o regime de colaboração entre a Secretaria da Educação do Estado da Bahia e as secretarias municipais de Educação.

O superintendente de Políticas da Educação Básica, da Secretaria da Educação do Estado, Ney Campello, foi o mediador da mesa sobre “Aprendizagens Contextualizadas no Território” e destacou a importância do debate. “O grande desafio que está subjacente à BNCC não é o documento em si, mas é como as escolas e os municípios serão apoiados para a implementação de novas modelos de oferta, recurso e estratégias que possam requalificar a oferta educacional”, frisou.

Para o professor de Geografia, Ricardo Henrique Borges, que leciona nos colégios estaduais Pinto de Aguiar e Visconde de Mauá, localizados em Salvador, é essencial que todos discutam sobre a Base. “Essa discussão do currículo e a preocupação em alinhar e unificar é fundamental, não para restringir, mas para fortalecer, sobretudo, aqueles municípios que precisam desenvolver essas políticas. Quando a gente promove uma discussão de currículo incluindo todo o país, mobilizando os municípios, convocando os professores de suas áreas específicas para a construção de uma proposta de educação, levando em consideração o tamanho do país e as especificidades de cada local, sem sombra de dúvida, é uma possibilidade de fortalecer o ensino no país”, salientou o educador.

Também participaram do Fórum, técnicos e dirigentes da Secretaria da Educação do Estado como a superintendente de Gestão da Informação Educacional, Cristiane Ferreira, a coordenadora de Projetos Especiais, Elenir Alves, a diretora de Educação Básica, Tereza Farias e Anaide Fernandes, do Núcleo Territorial de Caetité (NTE 13).