Estudantes de Feira de Santana são recebidos pelo governador

Os estudantes Geovanna Teles Mineiro, 15 anos, 2º ano, do Colégio Estadual Rotary, e Álvaro Vinícius Alves, 17 anos, 2º ano do Centro Integrado de Educação Assis Chateaubriand, de Feira de Santana, foram recebidos pelo governador Rui Costa e pelo subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, nesta terça-feira (21), na Governadoria. Os dois estudantes são destaques na Corrida de Orientação, esporte que utiliza mapas e bússolas para percorrer determinadas distâncias. Eles se envolveram com a modalidade na escola, quando a prática passou a fazer parte da rotina escolar associada a conteúdos como Matemática, Física e Geografia.
Desde então, a Corrida de Orientação tem feito toda a diferença no processo de ensino e aprendizagem de Geovanna e de Álvaro e também contribuído para que os dois alcancem novas perspectivas de vida. Tanto é que Geovanna foi convocada para compor a Seleção Brasileira de Orientação e vai disputar o Campeonato Mundial Junior de Orientação, entre 6 e 12 de julho, na Dinamarca. No currículo, ela coleciona vários títulos. É bi-campeã baiana de Orientação (2015); campeã da Copa Nordeste de Orientação (2016); Campeã no Campeonato Brasileiro de Orientação (2017); Campeã Sulamericana de Orientação (2017) e, no Uruguai, levou o título de campeã na categoria Sprint; de vice-campeã, no percurso médio e ficou no 3º lugar no percurso longo. E em março deste ano, na primeira etapa do campeonato Baiano de orientação, já garantiu o primeiro lugar. Já Álvaro coleciona as medalhas de campeão no Campeonato Metropolitano; vice-campeão no Campeonato Nordestino, em Porto de Galinha; e de terceiro lugar no Campeonato Baiano, todos no ano passado. Este ano, já é campeão na primeira etapa do Campeonato Baiano 2019.
Fotos: Secom Bahia
Geovanna fala sobre os benefícios da orientação para seu processo de aprendizagem. “Em cada corrida vivemos novas emoções, estudamos novos mapas, novas rotas e é sempre uma oportunidade de testarmos os conhecimentos das aulas de Biologia, Geografia, Matemática, Física. Isto porque precisamos, por exemplo, saber ler o mapa com precisão, calcular distância, velocidade. Por se tratar de um esporte que estimula o raciocínio, acaba trazendo benefícios no rendimento escolar”, relata a estudante, ao falar, ainda, sobre o encontro com o governador. “Muito importante apresentar o esporte para o governador e poder utilizar o canal para divulgar a iniciativa para as escolas e o público em geral. Principalmente por ser uma ação interdisciplinar que pode ajudar bastante no conhecimento dos estudantes e aqueles que se interessam pelo esporte”, disse.
Álvaro, que é um dos 85 estudantes participantes do projeto de Corrida de Orientação, no Assis Chateaubriand, também falou como o esporte contribui para a melhora do seu rendimento escolar. “Nunca tinha me interessado por esportes até os professores da minha escola me estimularem a participar. Já tenho dois anos e meio que pratico e o saldo positivo reflete bem nos estudos, porque minhas notas e o meu comportamento melhoraram e meu raciocínio ficou mais rápido”, conta o aluno, que também descreveu a sensação de ser recebido na Governadoria. “Sou muito grato de estar com o governador falando do esporte que mudou a minha vida. Jamais esperei isso. Então é um momento realmente de realização e concretização de um sonho em mostrar esse esporte muito importante para mim, e que eu pretendo tornar mais popular entre meus colegas”, ressaltou.
O governador Rui Costa falou da importância da iniciativa nas escolas. “Tenho que admitir que não conhecia o esporte, mas é perceptivel a mudança que promoveu para esses alunos. Seria muito bacana difundir esse esporte começando por Feira de Santana e levando para toda a Bahia. Os jovens estão de parabéns pelas conquistas e os professores mostram como uma iniciativa deles pode mudar a vida dos estudantes. Vamos ver com a Secretaria da Educação e a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia como podemos dar mais suporte,” ressaltou.
Os dois estudantes foram acompanhados pela técnica e professora do Colégio Estadual Assis Chateaubriand, Erika Mineiro. Érika é mãe de Geovanna e de Guilherme, ex-aluno da rede estadual, que também representará o Brasil no Campeonato Mundial de Orientação, na Dimamarca. A professora fala, orgulhosa, sobre a revolução que a Corrida de Orientação fez na vida dela, da família e dos seus alunos. “A orientação mudou a minha vida. Hoje a minha família é mais forte por causa do esporte e os estudantes da minha escola têm um brilho no olhar, têm garra para enfrentar os desafios da vida. Com a orientação, em sala de aula e nas aulas de campo, os alunos aprendem a usar a bússola; ganham noções de Cartografia com leituras de mapas temáticos; e são estimulados a pensar na Matemática e na Física, por conta dos cálculos de deslocamentos e a ter uma convivência respeitosa com as pessoas e com a natureza”, afirmou.

CJCC de Feira promove primeira roda de oficinas aberta à comunidade

Os CJCC são uma iniciativa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia para o fortalecimento da educação complementar, diversificação do currículo e ampliação de jornada, e operam sempre em diálogo com as escolas de ensino regular da rede estadual. O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Feira de Santana, em funcionamento desde 2018, oferece atividades, oficinas e cursos gratuitos para estudantes da rede estadual regularmente matriculados em escolas do Núcleo Territorial de Educação 19 (NTE 19).

O Scratch é uma linguagem gráfica de programação visual desenvolvida Lifelong Kindergarten Group do MIT (Massachusetts Institute of Technology) Media Lab. Com o Scratch é possível usar blocos coloridos com comandos específicos para criar jogos, narrativas animadas, animações interativas e tudo mais que a imaginação permitir.

Para divulgar as produções e as potencialidades do Scratch e para que os usuários tenham mais oportunidades para compartilhar projetos, aprender uns com os outros e dar as boas-vindas aos recém-chegados, é realizado anualmente o evento conhecido como “Scratch Day”.

Onde: Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Feira de Santana

Av. Rio de Janeiro, 156 – Telefone: 75. 3225-5173/2672

Quando: 22 DE MAIO DE 2019

Horário: das 08h às 18h

 

Cartaz

 

 

Confira a programação.

programa cjcc

Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia passa a integrar projetos de arte e cultura

A Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA) apresenta uma grade novidade para o ano letivo de 2019. Além da iniciação científica, a FECIBA, que é desenvolvida no âmbito do projeto Ciência na Escola, passa a incluir os projetos estruturantes e intersetoriais da Secretaria da Educação do Estado. Nesta perspectiva, a FECIBA inova ainda mais os currículos escolares na sua 8ª edição, possibilitando a criatividade, a autonomia e o protagonismo estudantil com as artes, a cultura e o esporte.

Estudantes do Col. Noêmia Rego VII Mostra de Dança na Alba - foto. Emerson Santos (39) (1)

Os projetos que foram agregados à feira são: Artes Visuais Estudantis (AVE); Festival Anual da Canção Estudantil (FACE); Tempos de Arte Literária (TAL); Educação Patrimonial e Artística (EPA); Dança Estudantil (DANCE); Encontro Coral (ENCANTE); Produção de Vídeos Estudantis (PROVE) e Festival de Teatro Estudantil (FESTE), além dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP); dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC); do projeto Escolas Culturais e da Educação Ambiental e Saúde.

Todos os projetos a serem submetidos à FECIBA deverão estar enquadrados nas seguintes áreas: Ciências Exatas e Engenharia; Ciências Humanas e Ciências Sociais aplicadas; Ciências Biológicas; Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Empreendedorismo, Mundo do Trabalho e Projeto de Vida; Energia e Sustentabilidade e Júnior Menor.

A coordenadora do Programa Ciência na Escola, Shirley Costa, falou sobre esta nova estrutura. “O objetivo é garantir que a Ciência seja interpretada nas diversas linguagens e acolha os diversos talentos. Com previsão para acontecer em novembro, como culminância das pesquisas realizadas durante todo o ano letivo, a FECIBA será um grande palco para a exposição de projetos de pesquisa de estudantes baianos, que trazem situações problemas, oriundas dos locais onde estão inseridos, para a sala de aula, onde soluções são encontradas, tendo como base os conteúdos curriculares”.

Adesão – Antes da FECIBA, serão realizadas as feiras escolares, no período de 1º de agosto a 30 de setembro. As feiras escolares são compostas pela exposição e mostra de trabalhos realizados por estudantes sob a orientação de um professor. Os trabalhos selecionados nas feiras escolares deverão ser submetidos à 8ª FECIBA, no período de 1º a 20 de outubro. Porém, para participar das feiras escolares, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual precisam fazer a adesão ao projeto até o dia 31 de maio, mediante preenchimento de formulário disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). No Portal, também já estão disponíveis a chamada pública e o edital com todas as diretrizes para a participação dos estudantes e professores na 8ª FECIBA.

 

Foto: Ilustrativa/ Emerson Santos

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado disponibiliza mais de 6,5 mil conteúdos digitais que auxiliam na preparação para o ENEM

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) disponibiliza mais de 6,5 mil conteúdos digitais educacionais no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). São games, vídeos, jogos, dentre outros conteúdos educacionais pensados e elaborados por professores da rede estadual de ensino, na perspectiva de dinamizar as aulas. Além disso, os conteúdos contribuem para a preparação dos estudantes voltadas às provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que acontecem nos dias 4 e 11 de novembro. Os conteúdos podem ser acessados em qualquer dispositivo conectado à internet.

 Portal da Educação -foto. divulgação (6)

Elaborados pelos educadores da rede estadual, os conteúdos digitais livres são organizados por disciplinas, área do conhecimento, temas transversais, tipo de mídia, acessibilidade e sites temáticos para uso em sala de aula ou como suporte nos estudos. Também há links para softwares de apoio para produção e colaboração, visando que os educadores participem com produção própria. Na plataforma digital ainda consta uma rede social educacional, denominada Espaço Aberto, na qual professores podem trocar e compartilhar experiências do uso dessas tecnologias.

A partir da apropriação tecnológica, o estudante tem contato a um conteúdo crítico, contextualizado e colaborativo. Além disso, a ação é colaborativa, pois tem como elemento principal a participação de professores da Rede Anísio Teixeira, do Instituto Anísio Teixeira (IAT), que faz parte da estrutura organizacional da SEC, e os estudantes, como protagonistas. A partir desta concepção, o programa atua por meio de três projetos: Ambiente Educacional Web, TV Anísio Teixeira e Professor Web.

Um dos destaques é a série de TV da Rede Anísio Teixeira, protagonizada por estudantes e professores da rede pública estadual, que pode ser assistida e baixada através do Portal da Educação. Por meio do canal da TV Anísio Teixeira foram produzidos, em sua primeira temporada, nove programas educacionais, além de interprogramas e campanhas educativas. Também no Portal da Educação, os estudantes podem acessar os vídeos-aulas do programa do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC) – ação estruturante da Secretaria da Educação do Estado que garante aos estudantes que moram em áreas remotas da Bahia a conclusão do Ensino Médio. As aulas do EMITEC são transmitidas, via satélite e em tempo real, para todas as telessalas espalhadas pelo Estado, diretamente do IAT.

Inscrições para o ENEM – As inscrições para as provas do ENEM estão abertas até 17 de maio. Para dar suporte aos estudantes da rede estadual de ensino durante o processo, a Secretaria da Educação do Estado conta com o projeto Enem 100%, que inclui várias etapas, como a realização de aulões e simulados para o fortalecimento das aprendizagens. Neste momento de inscrições, a Secretaria orienta as escolas para que disponibilizem computadores com acesso à internet para que os estudantes possam se inscrever nas próprias unidades de ensino.


Fotos: Divulgação

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Secretaria promove encontro em Feira de Santana com secretários municipais do Portal do Sertão

A Secretaria da Educação do Estado promoveu, na quarta-feira (8), um encontro com secretários municipais de Educação do Território de Identidade Portal do Sertão. A atividade, realizada no Núcleo Territorial de Educação de Feira de Santana (NTE 19), contou com a participação do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que, durante a passagem por Feira de Santana, também visitou a Escola Estadual Irmã Rosa Aparecida para dialogar com a comunidade escolar.

 PHOTO-2019-05-08-13-05-35
Durante o encontro com os secretários municipais, Jerônimo Rodrigues falou sobre os esforços empreendidos pelo Estado para melhorar o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes e destacou a importância do fortalecimento do regime de colaboração com os municípios. “O objetivo é que estejamos comprometidos com a Educação da Bahia e, por isso, precisamos compartilhar essa responsabilidade com os municípios de forma conjunta. Acreditamos que esse diálogo é fundamental para criarmos um planejamento aliado para a melhoria do ensino, debatendo ações que promovam avaliação do ensino, gestão escolar, formação de professores e a criação de um sistema de informação. Queremos realizar esse formato nos territórios para fortalecer o ensino nas regiões “, explicou.
Segundo Ivanberg Lima, diretor do NTE 19, a atividade aproxima as gestões educacionais. “Acreditamos em uma educação pública de qualidade e para isso precisamos estreitar esses laços com as redes municipais. Já disponibilizamos diversas informações e dados sobre a Educação da Bahia para subsidiar os secretários e o objetivo também é dialogarmos para um planejamento de acordo com as demandas e práticas exitosas apresentadas por eles” definiu. A secretaria de Educação de Coração de Maria, Islomane Viana, também falou sobre os desdobramentos do encontro. “Com certeza queremos esta integração que vai favorecer muito a rede de ensino do Estado. Por isso, a postura e discurso do secretário Jerônimo trazem muita esperança para as redes municipais”, enfatizou.
Projeto Pedagógico

Secretário Jerônimo Rodrigues com estudantes e funcionários da Escola Estadual Irmã Rosa Aparecida, em Feira de Santana
Na Escola Estadual Irmã Rosa Aparecida, o secretário Jerônimo Rodrigues conheceu as instalações, conversou com a comunidade escolar e assistiu a apresentações de dança, capoeira e canto coral protagonizadas por estudantes. Na unidade, ele anunciou a implantação de cursos técnicos e destacou o projeto político pedagógico que é desenvolvido. “Não tenho palavras para expressar minha felicidade em conhecer o trabalho da Escola Irmã Rosa Aparecida. A unidade, que atende uma comunidade carente, consegue aliar o ensino pedagógico com projetos culturais, mantendo os alunos em um ambiente rico de conhecimento. Queremos que esta prática seja um exemplo e queremos dar mais suporte com a implantação de cursos técnicos a partir de uma demanda dos alunos e da localidade”, afirmou.
Para o estudante Ítalo Medrado, 13, do 8º ano, da Escola Estadual Irmã Rosa Aparecida, a visita do secretário criou uma grande expectativa. “Achei muito legal esta visita porque a escola é importante para todos nós e queremos que seja cada vez mais fortalecida. Meu sonho é poder continuar na escola no Ensino Médio, mesmo ainda não ofertando, mas a chegada dos cursos técnicos é uma oportunidade de continuarmos o aprendizado aqui na escola”, disse
Também participaram das atividades promovidas durante todo o dia em Feira de Santana, o superintendente de Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Ezequiel Westphal, e o coordenador de Articulação dos Núcleos Territoriais de Educação, Hélder Amorim.

Secretaria da Educação do Estado realiza planejamento estratégico dos projetos estruturantes com foco na aprendizagem

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizou, nesta quinta-feira (2), no auditório da instituição, um encontro de planejamento estratégico dos projetos estruturantes desenvolvidos nas escolas. Na oportunidade, foram compartilhadas as experiências dos projetos: e-nova Educação; Intersetoriais de Arte e Cultura; Educação Integral; Educação Física e Esporte Escolar; Ciência na Escola; Educação Ambiental e Saúde; Escolas Culturais e Centros Juvenis de Ciência e Cultura. Todas são iniciativas que dinamizam o ambiente escolar, promovem o protagonismo estudantil e impactam no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes.

Encontro dos Projetos Estruturantes - Ciência na Escola (22)

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que participou da atividade, falou sobre a importância deste alinhamento. “Este encontro é importante para que todos conheçam o que cada um executa e, depois, vermos como podemos fortalecer ainda mais o que a gente vem fazendo no sentido de inovar ou aperfeiçoar, pois o nosso objetivo é que nossos projetos chegarem em cada escola da rede”, afirmou.

O coordenador executivo de Projetos Estratégicos da Secretaria, Marcius de Almeida Gomes, destacou que “a finalidade do encontro foi constituir um planejamento e compreensão da concepção e ressignificação dos espaços para o processo educacional e instituir linhas de ações transversais. Fizemos uma apresentação enquanto gestão para que a gente possa identificar os nossos princípios, envolvendo questões como intersetorialidade, regime de colaboração e a juventude como centro da atenção das ações da Secretaria”, salientou.

Para o coordenador de Educação Física e Esporte Escolar da Secretaria, que também é responsável por coordenar as ações do projeto Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP), José Fernandes Lima, o encontro foi produtivo. “Cada coordenação teve a oportunidade de expor suas linhas de atuação. Na nossa coordenação, por exemplo, já acabamos de finalizar a etapa escolar do JERP e já estamos na etapa municipal”, comentou.

 

Foto: Claudionor Jr

TVE Bahia inaugura sinal digital em Feira de Santana e amplia alcance de conteúdos educacionais no interior do Estado

A TV Educativa da Bahia (TVE) inaugurou, nesta segunda-feira (22), em Feira de Santana (118 km de Salvador), o sinal digital da emissora em 13 municípios do Território de Identidade Portal do Sertão. A antena e a estação de retransmissão do sinal digital foram instaladas no Instituto de Educação Gastão Guimarães. Agora,  através do canal 9.1, cerca de 900 mil pessoas já têm acesso, com alta qualidade de som e imagem, a toda a programação da TVE Bahia, a exemplo de programas educativos, como ‘Hora do ENEM’, que visa auxiliar os estudantes na preparação para as provas do exame.

Além de Feira de Santana, o sinal também está disponível em Amélia Rodrigues, Anguera, Conceição de Feira, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Ipecaetá, Irará, Ouriçangas, Pedrão, Santanópolis, Santo Estevão e São Gonçalo dos Campos.

Tanto a TVE Bahia quanto a Rádio Educadora, que compõe o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), fazem parte da estrutura organizacional da Secretaria da Educação do Estado (SEC). A ampliação do sinal digital da TVE também visa ampliar o alcance dos conteúdos educacionais que são exibidos na programação da emissora. O lançamento, nesta segunda-feira, contou com a presença do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, do diretor geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), Flávio Gonçalves, além de educadores e autoridades locais.

IMG-1751

O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância do acesso ao sinal digital no território. “A iniciativa do governador Rui Costa em ampliar o sinal da TVE no interior é muito importante, pois nossa juventude, crianças e idosos terão um canal que vai trazer informações, valorizar o esporte baiano, a nossa cultura e, acima de tudo, um canal que possa, de fato, fazer jus a seu nome, um canal educativo e, isso, só nos alegra. Feira de Santana já merecia há tempos o sinal da TVE com qualidade e que também chega a mais doze municípios e na zona rural. Nós queremos que as pessoas assistam e se vejam na TVE, e que esses municípios possam ajudar a nossa equipe e o IRDEB a dialogarmos ainda mais e melhor com a cultura do Portal do Sertão”, destacou.

A disponibilidade do sinal digital da TVE nas cidades do interior da Bahia consta no Programa de Governo 2019-2022. O Projeto de Interiorização do Sinal Digital da TVE será implantado inicialmente em 58 municípios, atingindo uma população de 5 milhões de baianos. Até o final de maio, o sinal digital da emissora pública baiana, estará disponível também nas cidades de Juazeiro, Guanambi, Ipirá e Ipiaú.

O diretor geral do IRDEB, Flávio Gonçalves, ressaltou a qualidade dos conteúdos educativos exibidos. “Nós mostramos o que as outras emissoras não mostram e uma das novidades é o novo programa ‘Hora do ENEM’, voltado para os estudantes do Ensino Médio, que é exibido todos os dias, às 7h da manhã e às 6h da tarde. Temos, ainda, uma programação diversificada para quem gosta de música, futebol, programas infantis, documentários, jornalismo e que atende a todos os baianos”, afirmou.

A diretora do Instituto de Educação Gastão Guimarães, Alfreda Xavier, comemorou a chegada do sinal digital. “A programação da TVE vem para somar e os nossos alunos vão aproveitar muito o canal, pois vão poder se preparar melhor para o ENEM e ter acesso a conteúdos educativos que servirão como complemento às aulas da escola”, salientou a gestora.

 Foto: Darlan DhOuro/NTE-19

Inscrições para o Programa Partiu Estágio do Reforço Escolar seguem até o dia 25 de abril

As inscrições para o programa Partiu Estágio do Reforço Escolar seguem abertas até o dia 25 de abril. São ofertadas 4.390 vagas aos universitários dos cursos de Educação Física, Letras Vernáculas e Matemática que irão atuar no reforço escolar para estudantes da rede estadual de ensino. A novidade para este edital é que poderão se inscrever estudantes de cursos presenciais e na modalidade EAD.As inscrições podem ser feitas no Portal da Eduação (www.educacao.ba.gov.br).

 Danilo Mussurunga Estudante #PartiuEstágio 004

Para participar do programa, é necessário que o candidato tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido mais de 50% da graduação. Podem participar estudantes universitários residentes na Bahia e que estejam regularmente matriculados em cursos presenciais e EAD de instituições estaduais, federais e privadas com sede/pólo no estado. Alunos de cursos presenciais poderão concorrer a vagas ofertadas nas cidades onde residem ou estudam. Já estudantes de cursos EAD apenas poderão se candidatar a vagas alocadas na cidade onde moram.

O cadastro de cada candidato irá compor um banco, que terá validade de seis meses, do qual sairão as convocações dos novos estagiários do Estado. Candidatos que estejam participando pela primeira vez devem estar atentos sobre o processo de inscrição. Inicialmente, é preciso acessar o site do Partiu Estágio, através do link no Portal da Educação, e criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail válido. O sistema enviará automaticamente para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição.

De posse dos dados para acesso, o candidato deverá preencher os dados cadastrais no site de inscrição e, posteriormente, selecionar seu curso e o turno das aulas, além do município que estuda ou reside. Caso já tenha se inscrito em editais anteriores, o candidato deve acessar sua conta já existente e realizar o mesmo procedimento. Quem já participou do Partiu Estágio durante período de um ano não poderá se inscrever novamente, com previsto em edital. A lista completa das oportunidades de estágio na rede estadual estará disponível no sistema de inscrição do Partiu Estágio.

Sobre o programa – Lançado em abril de 2017, o Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Do percentual de vagas ofertado em cada edital, 10% são direcionados para portadores de deficiência física, como o previsto pela Lei 11.788/2008.

O contrato de estágio tem duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto quando o estudante seja deficiente físico. A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, chegando a 20 horas semanais, distribuídas de acordo com a necessidade da Administração Pública. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais. Desde seu lançamento, o programa já contratou mais de seis mil estagiários para atuarem no serviço público.

Foto: Ilustrativa/Divulgação 

– ASCOM

Aberto edital para mais de 11 mil vagas do pré-vestibular Universidade Para Todos

A Secretaria da Educação do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DO), desta terça-feira (16), o edital para o Programa Universidade Para Todos (UPT). Estão sendo ofertadas 11.505 vagas e as inscrições, que são gratuitas, serão feitas de 23 de abril a 2 de maio, exclusivamente pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). O projeto criado em 2003, é desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UESC, UEFS e UESB) e visa o fortalecimento da política de acesso à educação superior. Marcado pela abrangência nos 27 Territórios de Identidade, o projeto ao longo de dez anos já possibilitou a cerca de 20 mil estudantes o ingresso no Ensino Superior em diversas instituições.

UPT

O cursinho pré-vestibular é voltado a estudantes matriculados, em 2019, no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; matriculados, em 2019, no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio da rede estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes e egressos do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado da Bahia.

 

No ato da inscrição, o candidato deverá fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar, bem como preencher integralmente o formulário de inscrição. O candidato informará, obrigatoriamente, o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e criará uma senha de seis a oito dígitos, o que dará origem a um nome de usuário para acesso ao endereço de inscrição. Além de poder fazer alterações sobre a inscrição pelo sistema, o candidato também poderá tirar dúvidas sobre o processo pelo telefone 0800 285 8000, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h ou pelo email: upt@educacao.ba.gov.br.

 

A seleção dos candidatos será feita a partir das notas de Português e Matemática informadas pelos candidatos no ato da inscrição. A lista dos contemplados será divulgada no dia 10 de maio no Portal da Educação. A matrícula deverá acontecer  de 21 a 24 de maio, no turno e local para o qual o estudante optou para cursar, com a apresentação dos documentos expressos no edital, entre os quais os documentos pessoais e os históricos escolares do Fundamental II e do Ensino Médio. As aulas estão previstas para começar no dia 27 de maio e seguem até o mês de dezembro.

 

Além das aulas, os estudantes têm acesso aos projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados, revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e orientação vocacional. Os 11.505 selecionados receberão camisa e material de estudo. Para os cursistas da UNEB e UESB, que obtiverem frequência superior a 75% nas aulas, está garantida a isenção da taxa de inscrição no vestibular.

 

Para a execução do projeto, serão selecionados pelas universidades parcerias, 1.034 estudantes universitários que atuarão como professores/monitores. Esta é mais uma política pública educacional voltada para a juventude, de modo a oportunizar aos universitários a vivência do exercício da docência. Durante a execução do programa, eles serão acompanhados e passarão por formação.

 

Foto: Ilustrativa / Claudionor Jr

Secretaria da Educação do Estado mobiliza estudantes para as Olimpíadas Nacionais em várias áreas do conhecimento

A Secretaria da Educação do Estado está incentivando os estudantes da rede estadual a participarem das diversas olimpíadas nacionais e estaduais, em distintas áreas do conhecimento, cujas inscrições estão abertas e podem ser feitas gratuitamente. As olimpíadas são espaços importantes de valorização dos estudantes e professores, além de contribuírem para o desenvolvimento das habilidades nos mais variados componentes curriculares. Entre as Olimpíadas que estão com inscrições abertas estão: a Brasileira de Cartografia (até 24/4), a Olimpíada Nacional em História do Brasil (até 26/4), aOlimpíada de Língua Portuguesa (até 30/4), a Olimpíada Brasileira de Física (até 3/5) e Olimpíada Brasileira de Robótica (até 17/5).

 19.02 - Torneio de Robótica_CJCC Salvador 3

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, fala que as Olimpíadas contribuem para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Estamos em uma fase de fortalecimento de uma agenda da Educação da Bahia. Neste momento, dentre as atividades que estamos realizando está a mobilização das diversas olimpíadas, em diferentes áreas do conhecimento, cujas inscrições estão abertas. É importante que todos os colegiados escolares mobilizem os estudantes”, destacou

.

Em sua sexta edição, a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro – 2019 tem como proposta contribuir para a melhoria da leitura e escrita nas escolas públicas de todo país. Realizada pelo Ministério da Educação (MEC), a olimpíada consiste em um concurso de produção de textos entre alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio. Esta edição reforça a valorização da interação de crianças e jovens com os seus territórios, a partir do tema “O lugar onde vivo”. Para participar do concurso, o estudante deve resgatar histórias, estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

As inscrições da Olimpíada de Língua Portuguesa deverão ser feitas pelos professores, exclusivamente, pelo Portal Escrevendo o Futuro (www.escrevendoofuturo.org.br), até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 30/04/2019. Os textos dos alunos podem ser feitos nos gêneros Poema, Memórias literárias, Crônica, Artigo de opinião e Documentário (vídeo). Os educadores, no caso, orientarão seus alunos, em sala de aula, durante as oficinas de produção de texto.

Outra olimpíada concorrida é a nacional de Física, realizada em três fases, a partir de um programa da Sociedade Brasileira de Física (SBF), com os objetivos de despertar e estimular o interesse pela Física; proporcionar desafios aos estudantes; aproximar o Ensino Superior público do Ensino Médio; e identificar os estudantes talentosos em Física, preparando-os para as olimpíadas internacionais e estimulando-os a seguir carreiras científico-tecnológicas. As inscrições podem ser feitas até o dia 3/5 e estão aptos a participar estudantes de estabelecimentos de ensino em que houver pelo menos um professor credenciado.

Saiba mais: 

Olimpíada Brasileira de Cartografia

Prazo de inscrição: 04/3 a 24/4

Leia o Regulamento

Clique aqui para fazer a inscrição  

 

Olimpíada Nacional em História do Brasil

Prazo de inscrição: 21/3 a 26/4

Leia o Regulamento

Clique aqui para fazer a inscrição

Olimpíada de Língua Portuguesa

Prazo de inscrição: 20/2 a 30/4

Leia o Regulamento

Clique aqui para fazer a inscrição

Olimpíada Brasileira de Física

Prazo de inscrição: 20/3 a 3/5

Leia o Regulamento

Clique aqui para fazer a inscrição

Olimpíada Brasileira de Robótica

Prazo de inscrição: 18/3 a 17/5

Manual de inscrições 

Clique aqui para fazer a inscrição