Governador anuncia mais de 19 mil vagas para cursos da Educação Profissional e Tecnológica

Centro de  Educação Profissional  Territorial de Itapetinga (50)Durante edição do programa Papo Correria nesta terça-feira (23), o governador Rui Costa anunciou que serão abertas nesta quarta (24) as inscrições para o sorteio eletrônico de 19.373 vagas, para 57 cursos técnicos de nível médio, da Educação Profissional e Tecnológica. Ofertadas na forma de articulação Subsequente ao Ensino Médio (PROSUB), os cursos tiveram uma redução na duração dos cursos de 1 ano e meio para 1 ano e vão abranger 121 municípios de todos os 27 Territórios de Identidade da Bahia.

“Em um ano, aumentamos de 80 mil para 120 mil o número de vagas na educação profissionalizante. Nossa meta agora é ampliar a educação integral para que os alunos possam, em um turno, aprender disciplinas como matemática, português e química, e no outro turno participar de atividades de esportes, artes e ter uma formação profissionalizante. Com essa formação, eles já podem sair do ensino médio preparados para enfrentar o mercado de trabalho”, comentou Rui.

As inscrições para o sorteio eletrônico serão realizadas até 31 de janeiro, no Portal da Educação no endereço www.educacao.ba.gov.br. Só poderá participar o estudante que tenha concluído o ensino médio e suas modalidades, de forma gratuita, seja em estabelecimentos de ensino da Rede Pública de Educação (no âmbito federal, estadual, municipal), tenha comprovadamente, cursado o Ensino Médio em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista integral.

O Sorteio Eletrônico será realizado no dia 02 de fevereiro, às 15h, no Auditório da Secretaria da Educação, situada na 5ª Avenida, nº 550, Centro Administrativo da Bahia, município de Salvador, com a participação de representantes do Ministério Público, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, candidatos, pais, professores e comunidade local.

As vagas disponibilizadas serão distribuídas de forma igualitária para as duas opções de acesso. Sendo assim, 50% das vagas serão sorteadas para estudantes concluintes do ensino médio e suas modalidades, declarantes do aproveitamento escolar das médias finais obtidas nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática no último ano/módulo de estudo no Ensino Médio ou equivalente. E 50 % das vagas serão sorteadas para os candidatos que se inscreveram para concorrer ao sorteio eletrônico aleatório.

Último dia de matrículas na rede estadual de ensino

A Secretaria da Educação do Estado realiza, nesta terça-feira (23), o último dia de matrículas da rede estadual de ensino. O processo continua para os estudantes do Ensino Médio que desejam ingressar na nas escolas estaduais. Além da oferta regular, podem fazer a matrícula estudantes para a Educação Profissional e Tecnológica, de Jovens e Adultos (EJA), Inclusiva e Indígena. O atendimento aos pais e/ou responsáveis ocorre até às 20h, não sendo necessariamente a escola onde o estudante pretende estudar. O ano letivo de 2018 na rede estadual começa no dia 19 de fevereiro.

 Secretário acompanha início da matrícula - foto. Suâmi Dias  (18)

Para a matrícula, os pais ou responsáveis devem apresentar os seguintes documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Entre os dias 25 e 29 de janeiro a Secretaria da Educação do Estado realiza o processo de confirmação de matrícula dos estudantes da Educação Inclusiva, que realizaram pré-matrícula no mês de novembro. A matrícula antecipada teve o propósito de preparar a rede estadual de ensino para receber os alunos com necessidade educacional especial, possibilitando a inclusão deles em um serviço de qualidade.

- Cronograma da Matrícula 2018:

. 23/1 – Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 25, 26 e 29/1 – Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Foto: Suâmi Dias

Começa a matrícula de estudantes do Ensino Médio que desejam ingressar na rede estadual

Estudantes do Ensino Médio que desejam ingressar na rede estadual de ensino tem hoje e amanhã (22 e 23/12) para realizar a matrícula nas unidades escolares. O atendimento aos pais e/ou responsáveis ocorre até às 20h, não sendo necessariamente a escola onde o estudante pretende estudar. Além da oferta regular, podem realizar a matrícula estudantes para a Educação Profissional e Tecnológica, de Jovens e Adultos (EJA), Inclusiva e Indígena.

 Secretário acompanha início da matrícula - foto. Suâmi Dias  (44)

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre essa etapa do processo de matrícula. “Para essa oferta estamos introduzindo novidades e reformulações para melhorar a qualidade no ensino. Estamos promovendo uma nova matriz curricular para 45 cursos da modalidade Ensino Médio Integrado com a Educação Profissional (EPI), com redução de quatro para três anos de duração, para que os estudantes possam ter acesso mais ágil ao mundo do trabalho. Além de implantarmos cursos técnicos de nível médio nas escolas de ensino regular. Também ofertaremos cursos de curta duração e de duração plena, tudo isso com o objetivo de chegarmos até dezembro de 2018 em todas as escolas de Ensino Médio da Bahia com, pelo menos, um curso profissionalizante”, acrescenta Pinheiro.

Para a matrícula, os pais ou responsáveis devem apresentar os seguintes documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Matrícula - Na primeira semana foram registrados a matrícula de mais de 146.890 alunos na rede estadual. Somado ao número de renovações, realizadas no mês de novembro, a rede estadual de ensino possui, até o momento, mais de 729.000 estudantes matriculados para o ano letivo de 2018.

- Cronograma da Matrícula 2018:

. 22 e 23/1 – Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 25, 26 e 29/1 – Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Foto: Suâmi Dias

Escolas estaduais realizam matrícula para novos estudantes do Ensino Fundamental nesta sexta-feira (19)

Os estudantes do Ensino Fundamental que desejam ingressar na rede estadual de ensino devem ser matriculados, nesta sexta-feira (19), em qualquer escola da rede estadual até às 20h, não sendo necessariamente a escola onde pretende estudar. As vagas abrangem todas as modalidades, que inclui e Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Inclusiva e Educação Indígena, além de cursos de qualificação tecnológica.

Para a matrícula, os pais ou responsáveis devem apresentar os seguintes documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Matrícula 2018 – Entre os dias 16 e 18 de janeiro, a Secretaria da Educação do Estado registrou mais de 114.000 estudantes matriculados na rede estadual de ensino.  Somado ao número de renovações, realizadas no mês de novembro, a rede estadual de ensino possui, até o momento, mais de 696.600 estudantes matriculados para o ano letivo de 2018.

- Cronograma da Matrícula 2018:

. 19 – Matrícula dos estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 22 e 23 – Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 25, 26 e 29 – Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Segundo dia de matrícula atende estudantes oriundos das redes municipais

A matrícula da rede estadual segue nesta quarta-feira (17) para estudantes concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental, regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subseqüente. Os interessados podem realizar o processo de matrícula em qualquer escola da rede estadual até às 20h, não sendo necessariamente a escola onde pretende estudar. Para o aluno que estudou em escolas municipais de Salvador ou dos 29 municípios do interior credenciados (ver lista abaixo), a matrícula também pode ser realizada pela internet no endereço www.educacao.ba.gov.br/matricula. O processo de matrícula para os estudantes oriundos das redes municipais continua nesta quinta-feira (18).

 Secretário acompanha início da matrícula - foto. Suâmi Dias  (21)

Matrícula 2018 – No primeiro dia de matrícula, que atendeu estudantes para transferência de unidades escolares foram registradas mais de 24.500 matrículas em todo o estado. Somado ao número de renovações, realizadas no mês de novembro, a rede estadual de ensino possui, até o momento, mais de 606.700 estudantes matriculados para o ano letivo de 2018.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, ressalta as novidades para o ano letivo de 2018 para o ensino regular e suas modalidades. “Estamos também trabalhando a matrícula da Educação Inclusiva, assim como outras modalidades. E, este ano, estamos introduzindo uma série de reformulações muito importantes para a educação. A entrada da Educação Profissional em várias de nossas escolas; oferta de cursos de curta duração; alteração na duração dos cursos técnicos de nível médio de quatro para três anos, aumentando a qualidade do ensino e oportunizando o acesso mais rápido ao mundo do trabalho”.

Pinheiro ainda enfatiza a ampliação do trabalho desenvolvido em 2017. “Vamos continuar a desenvolver novas práticas nas unidades, como artes, música e ciência, além da ampliação dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura, (CJCC) em todo o Estado, e a implantação de mais Escolas Culturais, do projeto e-Nova Educação em parceria com o Google, promovendo aquilo que acreditamos ser uma educação integral, em que o estudante continua na escola com prazer e não por imposição”, ressalta. Outras parcerias estratégicas com as universidades públicas, institutos federais e o Sebrae, este com foco no empreendedorismo, também foram elencadas pelo secretário para o fortalecimento do programa Educar Para Transformar.

Os municípios do interior credenciados para realização da matrícula pela internet são: Barra, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Camaçari, Catu, Dias D´Ávila, Encruzilhada, Esplanada, Eunápolis, Feira de Santana, Gongogí, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itamaraju, Lamarão, Luiz Eduardo Magalhães, Macaúbas, Madre de Deus, Porto Seguro, Rio Real, Simões Filho, Jequié, Lauro de Freitas, Porto Seguro, Santa Maria da Vitória, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

 

- Cronograma da Matrícula 2018:

. 17 e 18 – Matrícula de concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental para os estudantes regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente;

. 19 – Matrícula dos estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 22 e 23 – Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 25, 26 e 29 – Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Matrícula pela internet no endereço www.educacao.ba.gov.br/matricula:

- Para estudantes da rede estadual;

– Para estudantes das redes municipais de Salvador e mais 29 cidades do interior credenciada

Foto: Suâmi Dias

Primeiro dia de matrícula mobiliza as escolas da rede estadual

Começou nesta terça-feira (16/1) as matrículas do ano letivo de 2018 das escolas da rede estadual. Neste primeiro dia são contemplados os estudantes que solicitam transferência de unidade, de acordo com os seguintes critérios: a escola não oferece a série subsequente; não renovou a sua matrícula; ou mudou de domicílio. Para acompanhar a abertura oficial, o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, esteve presente no Colégio Estadual Raphael Serravalle, na Pituba. O atendimento segue em todas às unidades, até às 20h, ou pela internet, no endereço www.educacao.ba.gov.br/matricula.

 Secretário acompanha início da matrícula - foto. Suâmi Dias  (27)

Na oportunidade, Pinheiro ressaltou as novidades para o ano letivo de 2018 para o ensino regular e suas modalidades. “Estamos também trabalhando a matrícula da Educação Inclusiva, assim como outras modalidades. E, este ano, estamos introduzindo uma série de reformulações muito importantes para a educação. A entrada da Educação Profissional em várias de nossas escolas; oferta de cursos de curta duração; alteração na duração dos cursos técnicos de nível médio de quatro para três anos, reduzindo o tempo na escola; e aumentando a qualidade do ensino”, destacou.

O secretário ainda enfatizou a ampliação do trabalho desenvolvido em 2017. “Vamos continuar a desenvolver novas práticas nas unidades, como artes, música e ciência, além da ampliação dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura, (CJCC) em todo o Estado, e a implantação de mais Escolas Culturais, do projeto e-Nova Educação em parceria com o Google, promovendo aquilo que acreditamos ser uma educação integral, em que o estudante continua na escola com prazer e não por imposição”, ressaltou.

Empolgada para matricular seu filho no Colégio Estadual Raphael Serravalle, a técnica em enfermagem, Ivonete dos Santos, disse ter conferido todos os documentos para garantir a vaga na unidade. “Por indicação de amigas decidi transferir meu filho para a escola para cursar o 2º ano. Por isso, fiquei atenta à data para a matrícula e revisei toda a documentação para não ter problema”, relatou.

Também atento à matricula, João Pedro Costa, 16 anos, decidiu realizar a transferência devido à mudança de endereço. “Procurei essa mudança porque vim morar na Pituba e posso morar próximo da escola. Apesar de gostar muito do Colégio Estadual Lomanto Júnior, em Itapuã, que frequentei em 2017, tenho certeza de que vou me adaptar e gostar muito da escola”, disse.

A matrícula continua, nestas quarta e quinta-feira (17 e 18), para os concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente. “Estamos preparados para atender os pais, responsáveis e estudantes da forma mais tranquila possível. Temos uma sala de espera com ar condicionado, cafezinho e água para o melhor conforto de todos. Sempre peço paciência, porque o Serravalle é uma escola bastante procurada. Mas o importante é que todos terão a sua vaga garantida na rede estadual de ensino”, declarou Ramilton de Oliveira, diretor do Serravalle.

Cronograma da Matrícula 2018:

. 17 e 18 – Matrícula de concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental para os estudantes regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente;

. 19 – Matrícula dos estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 22 e 23 – Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena);

. 25, 26 e 29 – Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Documentos: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros); e o código do SETPS (que consta no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Matrícula pela internet no endereço www.educacao.ba.gov.br/matricula:

- Para estudantes da rede estadual;

– Para estudantes das redes municipais de Salvador e mais 29 cidades do interior credenciada.

Matrícula 2018 da rede estadual começa na próxima semana

A matrícula escolar na rede estadual começa no próximo dia 16 e prossegue até 29 de janeiro para toda a Educação Básica e suas modalidades: Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos (EJA); Inclusiva e Indígena. A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio estadual (independentemente de ser a unidade que o estudante pretende estudar) e via internet para os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e para os alunos oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 30 municípios baianos (veja a lista abaixo). Para isso, é preciso utilizar o código de matrícula que receberam nas suas escolas de origem e acessar o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).  O ano letivo de 2018 terá início no dia 19 de fevereiro.

 Matricula 2018 - Claudionor Jr.

De acordo com o cronograma da Secretaria da Educação do Estado, o primeiro dia de matrícula (16/1) é direcionado à transferência de estudantes da rede estadual nas seguintes situações: a escola de origem não oferece a série subsequente; não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio. Nos dias 17 e 18/1, a matrícula é destinada aos concluintes do 5º ano e do 9º ano do Ensino Fundamental regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.

Já no dia 19/1, a matrícula será para os estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena). Nos dias 22 e 23/1 será a vez dos novos alunos do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

 

Educação Inclusiva – Já os dias 25, 26 e 29/1 serão reservados para a confirmação da matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017. Nestes dias, os alunos deverão apresentar os documentos na unidade escolar para a qual foi pré-matriculado.

A diretora de Atendimento da Rede Escolar da Secretaria da Educação do Estado, Eliana Carvalho, destaca que a rede estadual possui capacidade física estruturada para atender a todos os alunos que pretendem estudar nas suas 1.282 unidades escolares. “A rede estadual do Estado da Bahia é uma das pioneiras na realização de matrícula escolar pela internet e isto proporciona uma redução ou inexistência de filas. Então, acredito que este ano, mais uma vez, conduziremos o processo de uma forma bem tranquila, atendendo a todos que nos procurarem”.

Além de Salvador, outros municípios estarão aptos à matrícula via internet. São estes: Barra, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Camaçari, Catu, Dias D´Ávila, Encruzilhada, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Gongogi, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itamaraju, Jequié, Lamarão, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Macaúbas, Madre de Deus, Porto Seguro, Rio Real,  Santa Maria da Vitória, Simões Filho, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Documentos necessários – Para a matrícula é preciso apresentar os seguintes documentos: original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil ou; original e cópia do CPF, original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros) e o código do SETPS (constante no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

 

Cronograma de matrícula da rede estadual

16/1

- Transferência para os estudantes matriculados na rede estadual, com frequência regular no ano letivo de 2017, ao qual se aplique uma das seguintes situações: a escola não oferece a série subsequente; não renovou sua matricula; e mudou de domicílio.

17 e 18/1

- Matrícula de concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental para os estudantes regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.

- Matrícula nova para ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual em qualquer série para os Ensinos Fundamental e Médio, atendendo, sobretudo, às diversas modalidades de oferta, incluindo a matrícula para a Educação Profissional (cursos técnicos de nível médio, cursos de qualificação integrados à Educação de Jovens e Adultos – níveis Fundamental e Médio).

19/1

- Matrícula dos estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

22 e 23/1

- Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

25, 26 e 29/1

– Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Secretaria da Educação do Estado cadastra entidades para a emissão da carteira estudantil

A Secretaria da Educação do Estado publicou a portaria Nº 35, no Diário Oficial desta quinta-feira (4), com os requisitos e procedimentos de habilitação de entidades representativas de estudantes para a emissão de carteira de identificação estudantil no exercício de 2018. A carteira de estudante é assegurada a todos os alunos regularmente matriculados em estabelecimentos de ensino público ou privado, garantindo o pagamento da metade do valor cobrado para o ingresso em casas de diversões e espetáculos, praças esportivas e outros locais.WhatsApp Image 2016-09-29 at 19.38.43

Para solicitar a habilitação, a entidade representativa de estudantes deverá, no prazo de 60 (sessenta) dias, contados da data da publicação da portaria, apresentar a documentação. O requerimento padrão para habilitação, a lista dos  documentos necessários para o cadastramento e as orientações para a confecção da carteira estudantil estão disponíveis no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

Os documentos deverão ser entregues à comissão de análise e avaliação, na Secretaria da Educação, localizada na 5ª Avenida, 550 – Centro Administrativo da Bahia (CAB). O resultado das entidades habilitadas e os modelos de carteiras autorizadas estarão disponíveis no Portal da Educação, bem como as orientações e esclarecimentos de interesse da comunidade estudantil e de seus representantes.

Secretaria da Educação do Estado cadastrará escolas para o projeto Grafitaê

A Secretaria da Educação do Estado realizará, de 2 a 30 de janeiro, às inscrições para a segunda edição do projeto #Grafitaê: Escola conta e pinta a sua história. A iniciativa, busca incentivar a liberdade de expressão, criatividade e a interação coletiva, além de promover um diálogo da cultura urbana dentro do ambiente escolar como forma de ensino e aprendizagem por meion da arte da grafitagem. Em 2017, primeiro ano do projeto, o #Grafitaê foi implantado em 270 escolas, localizadas nos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), alcançando 209 mil estudantes da rede estadual.

21950139_312629522537353_5756369253062624677_o

Faixada do Polivalente de Feira de Santana

Para 2018 serão abertas 270 vagas em unidades escolares da rede estadual. Para se cadastrar, o gestor escolar deve comparecer ao NTE e preencher o Termo de Adesão, demonstrando interesse em levar o projeto para sua escola. A coordenadora de Educação Integral, Catarina Cerqueira, conta que a procura para a adesão já está grande. “Estamos recebendo ligações tanto de professores quanto dos alunos e gestores de todo o Estado, informando que suas escolas têm interesse e querendo saber quando começam as inscrições. A procura está muito forte”, explica a coordenadora.

Catarina também faz um balanço do #Grafitaê em 2017. “Foi um projeto que deu muito certo, muito positivo, principalmente pelo envolvimento da comunidade escolar e do entorno. Em algumas escolas o muro virou cartão postal e as oficinas também levantaram várias questões sociais. O projeto, além de promover embelezamento nas escolas, trouxe discussões sobre empoderamento, preconceito, machismo, racismo, diversidade, entre outros, e, por outro lado, os grafiteiros tiveram um papel muito importante, incluindo os estudantes nesse processo artístico”, pontua.

Grafitaê - O projeto Grafitaê: Escola conta e pinta a sua história” busca aproximar a realidade dos estudantes à escola por meio da história de vida dos alunos e da comunidade, promovendo o empoderamento juvenil. Tendo o grafite como principal ferramenta de expressão visual, a iniciativa aborda a temática de forma lúdica, criativa e educativa, envolvendo e desafiando os estudantes a participarem de atividades diversas, como rodas de conversas, oficinas de hip-hop, rap, breakdance, grafite, onde os alunos são divididos previamente em equipes, com o objetivo de produção de conteúdo.

Google certifica professores e estudantes da rede estadual de ensino

A Google INC certificou 116 professores e nove estudantes da rede estadual de ensino, que participaram da formação do Google Apps For Education ou Google Sala de Aula. O aplicativo oferece um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores. A iniciativa é resultado de parceria com a Secretaria da Educação do Estado, por meio do projeto e-Nova Educação, que inclui a formação dos gestores e professores, com o objetivo de fortalecer o eixo pedagógico nas escolas.

 Escola de Aplicação - Internet (54)

Realizada pelo Instituto Paramitas – única ONG parceira da Google para a formação de professores –, contratado pela Secretaria da Educação do Estado, a formação foi iniciada em 20 unidades de ensino de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João, Jequié, Senhor do Bonfim, Luís Eduardo Magalhães, Ilhéus e Itabuna. De acordo com o coordenador geral de Articulação de Projetos para a Educação da Secretaria, Rogério Quintella, a iniciativa proporciona a inovação na sala de aula e confere maior qualidade nos processos de ensino e aprendizagem dos estudantes, por meio do uso da tecnologia.

“A certificação dos professores e estudantes ocorre por meio de uma prova bastante difícil, internacional, feita à distância.  O resultado superou a nossa expectativa. Começamos em 20 escolas, tendo como infraestrutura apenas os celulares do formador e dos cursistas. Agora, teremos condições de ampliar a formação e fazer ainda melhor com a chegada da banda larga em 572 escolas da rede estadual, no início do ano letivo de 2018. Isto significa que, inicialmente, quase 50% das nossas escolas já terão acesso à Internet em Banda Larga, o que vai facilitar o acesso ao Google Sala de Aula”, ressalta Quintella.

A professora de Filosofia do Colégio Estadual Félix Mendonça, em Itabuna, Joadilma Priscila, fala sobre a experiência. “Este curso do Google foi muito bom. Algumas ferramentas eu já conhecia, mas não sabia como utilizá-las. A agenda já fazia parte do meu cotidiano e outras ferramentas foram sendo descobertas. A ferramenta de projeto foi muito interessante: poder fazer o projeto, compartilhar as informações. Estou aplicando as ferramentas com os alunos e para o próximo ano letivo pretendo ampliar a execução com eles porque acho que isso vai dar uma grande oportunidade, tanto para mim, como professora, como para os alunos de nos envolvermos mais com o conhecimento”.

A professora Jerusa Prado, do Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde (CEEPS) Adélia Prado, em Vitória da Conquista, aplicou algumas ferramentas do Google com seus alunos e fala sobre o resultado. “Ao término da nossa terceira e última unidade do ano letivo, utilizei uma das ferramentas do Google Sala de Aula, que é o formulário, e, através dele, criei um questionário de autoavaliação, com questões objetivas e subjetivas. Convidei os alunos através do e-mail deles e fiz questão de que eles realizassem essa atividade em casa para que ficassem mais à vontade para responder. Foi uma atividade muito proveitosa e prazerosa, porque tive um retorno de como foi a disciplina para os meus alunos, como eles aprenderam e as deficiências que ficaram”.

Foto: Ilustração

- ASCOM