Virtual Educar Bahia 2018 terá Fórum sobre Desenvolvimento Tecnológico na Educação

O desenvolvimento tecnológico na Educação será tema de um dos seis fóruns que serão realizados dentro da programação do XIX Encontro Internacional Virtual Educa – um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado pela primeira vez na Bahia, entre os dias 4 e 8 de junho, no Centro de Formação e Eventos (antigo ICEIA) da Secretaria da Educação do Estado, em Salvador. O “Fórum de Desenvolvimento Tecnológico” será coordenado por Adhvan Furtado, gerente de negócios do Senai-Cimatec – instituição referência nas áreas de Educação, Pesquisa e Inovação – e composto por três conferências.

Pratica do e-NOVA no Colegio Luis Fernando Macedo (78)

Foto: Ilustração/ Claudionor Junior

O “Fórum de Desenvolvimento Tecnológico”, destaca Adhvan Furtado, será um momento ímpar, sobretudo, para a discussão do papel da tecnologia na Educação. “Passamos por uma transformação cultural importante, na qual a informação é gerada e transmitida em uma velocidade muito alta. As tecnologias educacionais são instrumentos fundamentais neste processo de evolução. É preciso que os educadores estejam preparados para utilizá-las em suas práticas diárias”, justifica o coordenador.

As palestras do “Fórum de Desenvolvimento Tecnológico” serão ministradas pelo sócio-fundador da empresa OITI/NETi Tecnologia, Alessandro de Oliveira Farias; pelo ex-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e secretário geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), Paulo Speller; e pela sócia-gerente da empresa Animatógrapho Artes Visuais, Fabianne Balvedi.

Além das conferências voltadas a temáticas inseridas na Educação do século XXI, o Fórum de Desenvolvimento Tecnológico contará com apresentação de trabalhos selecionados. Um dos principais nomes, cita o coordenador, é o de Martin Restrepo, diretor da Editacuja, empresa especializada na formação de multiplicadores, no desenvolvimento de conteúdos transmídia e na integração de tecnologias móveis à educação. “O fórum será um importante instrumento de divulgação das tecnologias educacionais emergentes. Será possível acessar informações, instrumentos e especialistas que estão transformando a forma de ensino”, ressalta Adhvan Furtado.

Sobre os fóruns – Os seis fóruns que serão realizados no XIX Encontro Internacional Virtual Educa terão à frente renomados professores, escritores e pesquisadores ligados à Educação e sua relação com as mais diferentes áreas do conhecimento. Além do Fórum de Desenvolvimento Tecnológico, estão na programação o Fórum de Inclusão, Avaliação e Qualidade; Fórum de Educadores para a Era Digital; Fórum de Educação Superior, Inovação e Internacionalização; Fórum Formação ao Largo da Vida; Fórum de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Cada fórum promoverá de três a quatro conferências e apresentará uma média de 45 trabalhos de pesquisa, voltados ao tema geral do Virtual Educa Bahia 2018: “Educação para transformar a sociedade em um espaço único multicultural”.

As ins­cri­ções para o Vir­tual Educa Bahia 2018 estão abertas até 20 de maio. Edu­ca­dores, pro­fes­sores e pro­fis­si­o­nais da Edu­cação, bra­si­leiros e es­tran­geiros, in­te­res­sados podem se ins­crever, através do link virtualeduca.org/bahia2018/inscripcion/. Para os educadores das redes públicas da Bahia, a inscrição é gratuita.

 Foto: Ilustração/ Claudionor Junior