Deficientes visuais participam de campeonato de dominó no CAP -DV em Feira de Santana.

O CENTRO DE APOIO PEDAGOGICO AO DEFICIENTE VISUAL JHONATAS TELES DE CARVALHO, o município de Feira de Santana, a 108 km de Salvador, realizou na última quinta-feira (29), a 3ª edição do Campeonato de Dominó, que tem como finalidade criar um clima sociabilidade e entretenimento, sem perder de vista o desenvolvimento de habilidades pedagógicas entre os competidores.

O Campeonato de Dominó do CAP-DV teve início no ano de 2017, idealizado pelas professoras da área de exatas, Ana Lúcia e Leila Luciara,  com o objetivo de criar um clima de competição, socialização e desenvolvimento de habilidades como: concentração, raciocínio lógico, memorização, calculo mental, dentre outros.

Mesmo considerando o clima de competição, o maior ganho dos competidores não é medalha ou a vitória, mas sim, a oportunidade interagir no grupo, uma vez que as aulas ocorrem de forma individualizada.

“Tais ações  proporcionam o bem-estar da pessoa com deficiência visual,  funcionado quase como uma terapia no combate ao isolamento, além de desenvolver outras habilidades cognitivas.”, afirmou Waleska Lima, coordenadora pedagógica do CAP-DV.

Os Professores das diversas áreas de conhecimento  exercem a função de  árbitros como forma de garantir a isonomia do torneio e o cumprimento das regras, eles têm papel essencial na disputa uma vez que vão narrando a partida, identificando as peças que encontram-se na mesa, além de computar os pontos.

A competição é uma das várias formas que deficientes visuais têm para afirmar e elevar a autoestima.

Estados nordestinos definem lista de compras conjunta para a Educação

Ventiladores, ar-condicionados, mobiliário escolar, kits escolares e livros para acervo de bibliotecas são alguns dos itens que poderão ser comprados, conjuntamente, entre os estados nordestinos. A lista dos insumos e serviços foi definida pela Câmara Técnica Permanente de Compras e Licitações, formada por representantes das secretarias de Educação dos nove estados nordestinos, como um desdobramento do encontro realizado na quinta e nesta sexta-feira (22 e 23), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador.

O resultado do trabalho será apresentado aos secretários estaduais de Educação e ao Consórcio Nordeste, formado pelos governadores dos estados. Espera-se, com isto, a redução de custos e otimização de recursos.

Mediante participação de representantes da Procuradoria Geral do Estado, da Secretaria de Administração do Estado e da Secretaria Executiva do Consórcio Nordeste, a Câmara Técnica também discutiu as bases administrativas e jurídicas para as compras e licitações e a consolidação dos termos de referência de registro de preços. Dentre outras questões, será formatada uma planilha com levantamento e planejamento de aquisição para o período de um ano.

A diretora geral da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Roberta Santana, falou sobre os próximos passos. “Saímos deste encontro com alguns encaminhamentos, a exemplo do fechamento da ata da reunião com o levantamento de quantitativo, e a nossa proposta é pautar os secretários do Nordeste sobre a validação do trabalho para avançarmos para a fase de conclusão e contratação dos insumos que foram, efetivamente, priorizados com base nas estratégias do Nordeste”, afirmou.

O representante do Estado do Ceará, Eugênio Queiroz, fez um balanço positivo da atividade. “O encontro foi muito produtivo. Levamos para os nossos estados uma expectativa no sentido de fazer um levantamento, junto às áreas técnicas dos equipamentos, das aquisições para, no próximo encontro, já estarmos com este material pronto e iniciarmos as atas de aquisições”, afirmou.
Fotos: Claudionor Jr

Serviço social em atividade interdisciplinar mobiliza alunos do Colégio João Durval em Feira

O Colégio Estadual João Durval Carneiro, no município de Feira de Santana, a 108 km de Salvador, fez várias doações de alimentos em diversas instituições beneficentes no município. Vamos entender como isso aconteceu e de onde partiu esses alimentos.

IMG-4710

Desde 2010 a Unidade Escolar incorporou ao seu calendário a Gincana Cultural do CEJDC. Neste ano o tema escolhido foi: “Festa Junina, das origens aos atuais”, foram realizadas apresentações de quadrilhas com o tradicional casamento na roça, confecção de painéis com os símbolos das festas juninas, apresentações de dança com os vários estilos de forró, montagem de barracas com comidas típicas, abordagens sobre o rei do baião Luiz Gonzaga, entre outros. Tudo isso para garantir que as atividades pedagógicas contemplem o interdisciplinar e o IMG-4714 (1)lúdico, tornando a aprendizagem mais dinâmica e prazerosa.

Uma das tarefas dentro da gincana é a arrecadação de alimentos a fim de atender algumas instituições de assistência social a pessoas com câncer, idosos e crianças do município. A aula Mariana do 3º Ano Matutino, falou que é importante este trabalho “porque estimula aos alunos ajudar o próximo, ajudar instituições que precisam, e também porque a gente se diverte dentro da escola”.

IMG-4712Já, o aluno Carlos Eduardo, também 3º, diz que: “a importância da gincana pra mim é a união que acontece de todos as alunos, de todas as séries, todos trabalhando pra um propósito em comum”.

A Diretora da Unidade Escolar, profª. Clarice Batista relata que “ esse trabalho realizado pelos alunos é de suma importância, porque não foi um trabalho isolado de uma única turma, mas sim de todos os alunos do Colégio Est. João Durval Carneiro. Distribuímos os alimentos arrecadados em 6 instituições que necessitavam muito desse apoio. Agradecemos a colaboração de todos os alunos e professores, porque realmente foi um trabalho exemplar.”

Secretaria da Educação inicia preparativos para a eleição do Colegiado Escolar

A Secretaria da Educação do Estado começou a preparação para a eleição do Colegiado do Escolar, que acontece entre os dias 29 de julho e 2 de agosto. Composto por representantes dos estudantes, professores e funcionários, além das famílias, o Colegiado Escolar tem a missão de contribuir para a gestão democrática e participativa das escolas, visando a união de todos pela melhoria da Educação.

 13866_TEMPLATES_02

A coordenadora de Articulação com os Núcleos Territoriais de Educação (NTE), Carla Maria Nogueira, explica que a eleição é composta por etapas. “Agora estamos no período de alinhamento interno com os articuladores dos NTE, para a formação da Comissão Eleitoral Escolar. Depois, passaremos para a fase escolar, por meio da qual convocaremos as escolas para passar as orientações da eleição. Na fase escolar, o atual colegiado participa ativamente da nova eleição, no sentido de orientar como deve acontecer a eleição”, conta.

Colegiado – O Colegiado Escolar é um conselho formado pelo gestor e por professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis pelos estudantes, que se reúnem mensalmente para colaborar com a melhoria da escola. Isto significa que o colegiado pode tomar decisões, aconselhar os gestores, acompanhar e/ou fiscalizar as ações pedagógicas e administrativo-financeiras realizadas e mobilizar principalmente outros estudantes e pais ou responsáveis a se unirem para assumir a educação como um bem familiar e social.

Colégio de Feira de Santana destaque no Fórum de Educação Empreendedora

O Colégio Estadual Georgina de Melo Erismann – Tempo Integral, localizado no município de Feira de Santana, a 108km de Salvador, foi premiada em 1º Lugar durante a final estadual do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedoram, no Fórum de Educação Empreendedora, evento ocorrido no último dia 31 de maio.

A Unidade Escolar conquistou o primeiro lugar na modalidade Ensino Médio, com a apresentação do projeto Georgina Games Festival, baseado na metodologia do curso Despertar, apresentados pelos professores André Luis Gomes de Matos e Kléber Vilas boas Fernandes.

64529201_2306833119528732_1318748817515872256_o

Por três anos consecutivos, os professores conseguiram criar nas dependências de uma escola pública de tempo integral um grande festival lúdico pedagógico, utilizando jogos eletrônicos, oficinas e palestras voltadas para a educação empreendedora, em um ambiente bilíngue por meio de um grande parque temático com praça de alimentação, cinema, apresentações artísticas, dentre outras atividades, organizados por empresas fictícias administradas pelos estudantes, criadas durante a aplicação do curso Despertar.

Além de trabalhar a educação Empreendedora, a utilização de uma moeda própria, o Georgina Real, promove a educação financeira além do ensino de língua inglesa e tecnologias.

 

Fonte: adaptado.

 

Projetos da Educação Profissional da rede estadual recebem Prêmio SEBRAE de Educação Empreendedora 2019

Os projetos “Empreededorismo: uma experiência didática de sucesso do CETEP” e “Conecta: aprendizagem criativa na escola pública”, desenvolvidos no Centro Territorial de Educação Profissional de Vitória da Conquista (CETEP), ganharam o 2º e 3º lugar, respectivamente, do Prêmio SEBRAE de Educação Empreendedora 2019.  A premiação, que tem como objetivo identificar, estimular, reconhecer e divulgar as melhores práticas da Educação Empreendedora no Brasil, foi divulgada na tarde desta sexta-feira (31), em cerimônia no Hotel Fiesta, em Salvador.

Criado para ser a primeira edição de um workshop, o projeto “Empreededorismo: uma experiência didática de sucesso do CETEP foi idealizado pela professora Iolanda Santos e envolveu cerca de 300 estudantes dos cursos técnicos de nível médio em Administração e Logística e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O projeto aconteceu no último mês de novembro, durante dois dias, e teve o objetivo de colocar, na prática, o que é aprendido na sala de aula, com a organização do evento, a realização de palestras, feiras e confecção de produtos regionais, tendo como principal tema o ‘Empreededorismo’.

“Com foco no estudante do turno noturno, nós quisemos mostrar, aos participantes do projeto, que era possível desenvolver um trabalho empreendedor dentro das suas áreas de atuação. Convidamos dois palestrantes, empresários da região, que apresentaram o caminho que percorreram de funcionários até empreendedores de sucesso, além de trabalharmos toda a organização do workshop. É muito gratificante esse prêmio porque podemos dar visibilidade ao que está sendo feito na escola pública e mostrar aos alunos que eles conseguem, com o conhecimento adquirido nos cursos, também empreender”, destacou Iolanda.

Já o projeto “Conecta: aprendizagem criativa na escola pública”, iniciativa das professoras Iva Cota e Tatiana Paiva, é um espaço permanente de aprendizagem criativa que propõe uma transformação no processo educacional através da interatividade, inspirações, ações, integração e valorização das ideias. “O nosso objetivo é oportunizar um novo olhar para a forma de aprendizagem dos estudantes. O espaço permite novas experimentações, e disponibiliza que os alunos se envolvam plenamente na produção e elaboração dos projetos, com uma infraestrutura que conta com equipamentos e materiais, como computadores, câmeras, impressora 3D, material reaproveitado, máquina de costura, blocos de montar, componentes eletrônicos, materiais de papelaria e ferramentas”, explicou Iva.

O projeto é realizado por alunos e professores do CETEP em parceria com pais, comunidade, alunos e professores das universidades e outras instituições. Os participantes atuam desde a concepção, limpeza e elaboração do espaço, passando pela seleção e coleta dos materiais, criação e manutenção das mídias digitais, idealização e concretização dos projetos, oficinas e atividades recreativas, divulgação das ações, incluindo produções científicas que se agregam nesse processo, constituindo-se em um movimento de participação efetiva de todos os envolvidos.

conecta2Para Tatiana, o Conecta também vem para contribuir para a melhoria do desempenho dos estudantes nos currículos disciplinares. “Nós percebemos que alguns estudantes que realizam bons projetos não conseguem ter o mesmo desempenho na sala de aula. Por isso, acreditamos que criando um espaço permanente para o desenvolvimento desta aprendizagem, e não apenas em momentos específicos, os alunos conseguem, também, protagonizar e ter domínio do seu aprendizado, como por exemplo, no curso técnico em Informática, em que sou coordenadora. Os alunos não possuem uma disciplina específica de robótica, mas com o conhecimento adquirido podem utilizar o espaço para desenvolver projetos na área”, destacou.

Premiações – O projeto “Conecta: aprendizagem criativa na escola pública” também ficou entre os 50 finalistas do Desafio Aprendizagem Criativa Brasil 2019, promovido pela MIT Media Lab e a Fundação Lemann, e concorre na segunda etapa do Prêmio Instituto MRV, que tem votação popular até o dia 14 de junho, no endereço www.institutomrv.com.br.

Fotos: Divulgação

Governo do Estado promoverá Semana do Meio Ambiente com adesão à campanha Respira Vida da ONU

O Governo do Estado da Bahia, através das Secretarias Estaduais de Meio Ambiente (Sema) e da Educação (SEC), realiza uma extensa programação entre os dias 03 e 07 de junho, em comemoração a Semana do Meio Ambiente. Serão promovidas várias atividades destinadas a diversos públicos, desde eventos técnico-científicos à inauguração da reforma do Parque Zoobotânico, o Jardim Zoológico, passando pela assinatura de decretos, acordos de cooperação, contratos e convênios.

A abertura oficial da Semana acontece segunda-feira (3), às 8h30, no Instituto Anísio Teixeira (IAT). Com a participação especial do teólogo Leonardo Boff, o evento contará com a presença dos secretários João Carlos Oliveira, do Meio Ambiente, e Jerônimo Rodrigues, da Educação, da diretora geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles, além de representantes da ONU Meio Ambiente e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Durante a cerimônia de abertura, o Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente, assinará o termo de compromisso da campanha Respire Vida, da ONU. A Bahia é o primeiro estado a participar dessa ação global por ar limpo, promovida pelas Nações Unidas, que busca mobilizar as comunidades para reduzir o impacto da poluição do ar na saúde e no clima. Também será lançado pela ONU Meio Ambiente, junto às escolas da rede estadual de ensino, o desafio Campeões dos Oceanos: Desafio do Plástico, que visa conscientizar a população para o impacto do lixo nos ambientes costeiro e marinho.

Ainda em parceria com a ONU Meio Ambiente, após a abertura oficial, terá início o evento Diálogos sobre Meio Ambiente, Saúde e Qualidade do Ar: Avanços da Agenda 2030. Com a participação de convidados locais e internacionais, o evento vai debater quatro temas relacionados à poluição: Resíduos, Queimadas e Poluição; Mobilidade urbana; Poluição do Ar e Saúde; e Educação e Juventude pela Qualidade do Ar.

Paralelamente à programação oficial, será realizada nas escolas da rede estadual de ensino uma Mostra de Cinema com filmes sobre a temática juventude e meio ambiente e atividades ligadas ao projeto Juventude em Ação (JA), que tem como objetivo promover a formação de Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA) e a elaboração da Agenda 21 escolar durante todo o ano letivo, tendo o protagonismo estudantil como a essência do projeto.

Na terça-feira (4), das 8h30 às 17h30, no IAT, as duas Secretarias e o Inema promovem o seminário Meio Ambiente em Prática: A Pluralidade de Ações na Gestão Ambiental. Dirigido a técnicos, professores e pesquisadores da área, o evento contará com apresentações de trabalhos acadêmicos e institucionais nas áreas de gestão de recursos hídricos, educação ambiental, monitoramento de cobertura vegetal, licenciamento ambiental, resgate de animais silvestres, e cadastro estadual florestal de imóveis rurais

Assinatura de Atos

Na quarta-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, às 15h, no Salão de Atos da Governadoria, o governador Rui Costa assina uma série de atos, entre decretos, acordos de cooperação e contratos, para o fortalecimento da gestão ambiental no estado.

São nove atos a serem assinados, entre eles, o decreto que regulamenta a Política Estadual da Educação Ambiental e a portaria que institui o Mapeamento da Cobertura Vegetal do Estado da Bahia,sistema automatizado de gestão florestal, que acompanhará as atividades de desmatamento e de reflorestamento nos três biomas baianos.

Serão assinados também três importantes Acordos de Cooperação Técnica (ACTs) e uma autorização de serviço. Com o Ministério Público da Bahia será assinado um ACT que vai possibilitar a transferência de recursos oriundos de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrados pelo MP-BA com terceiros, para ações desenvolvidas pela Sema e o Inema, no que se refere à monitoramento, fiscalização e gerenciamento de riscos ambientais.Reunião no SEMA (3)

O resultado prático do ACT firmado com o MP permite que seja assinado, neste mesmo ato, o Termo de Autorização para início do projeto conjunto da Sema e do Inema com o Departamento de Engenharia Elétrica e Computação, da Escola Politécnica da UFBA, com recursos oriundos de TAC firmado com terceiros pela Promotoria Regional de Ilhéus – Costa do Cacau Leste. No valor de R$ 100 mil, o projeto visa o desenvolvimento de tecnologia própria de captação e transmissão de imagens.

Com isso, a Sema e o Inema lançam, neste mesmo ato, o Programa de Monitoramento e Gerenciamento de Riscos Ambientais, que tem o objetivo de garantir a segurança e a preservação ambiental aliadas às atividades econômicas desenvolvidas no estado.

Com Instituto de Geociência da UFBA será assinado um ACT que contempla dois projetos, o Projeto de Reaproveitamento de Rejeitos Minerais e Resíduos Sólidos de Mineração e o Projeto de Avaliação de Dados do Meio Físico e Oceanográfico da Região do Arquipélago Tinharé – Boipeba, através do qual será iniciado o Plano de Gerenciamento Costeiro da Bahia e o Projeto Economia Azul de Sustentabilidade e Inclusão. O Acordo não prevê o desembolso de recursos pelo Estado. O Instituto iniciará os dois estudos, através da realização de pesquisa de campo e de eventos específicos, reunindo na Bahia, especialistas nacionais e internacionais focados na mineração sustentável, na gestão costeira e na economia do mar da zona costeira do Estado da Bahia.

Com o World Resources Institute (WRIBrasil), o ACT tem por objetivo a cooperação mútua entre as partes, visando desenvolver estudos e ações necessárias para promover o desenvolvimento de programas de conservação ambiental, restauração de áreas degradadas e florestas em larga escala e desenvolvimento sustentável no Estado da Bahia.

Meio Ambiente em Renovação

No dia 06 de junho, a Semana do Meio Ambiente traz em sua programação o seminário Meio Ambiente em Renovação: Potencialidades para novas ações. O evento, aberto ao público, contará com palestras nas áreas de saúde ambiental, seguranças de barragens, política de acesso à água de qualidade, uso racional de recursos energéticos na indústria, monitoramento das Unidades de Conservação do Estado, controle e manejo ambiental, e mapeamento geológico na Chapada Diamantina. O seminário será realizado no auditório da Secretaria do Trabalho Emprego e Renda (Setre), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Zoo – Para encerrar a agenda de eventos, na sexta-feira (7), às 9h, será entregue a obra de requalificação do Zoológico. Entre os serviços realizados estão às reformas do aviário, da sala de leitura, do mirante e da área de quarentena, além de melhorias nos pontos de apoio, guarda-corpos e na pavimentação. O investimento em 2019 foi de R$ 1,5 milhão.

 LINK PARA INSCRIÇÃO DO EVENTO DE SEGUNDA: http://bit.ly/30PtUeV
Foto: Ascom/SEMA

Escola cria orquestra de sanfona e amplia aprendizagem por meio da arte musical

O som marcante e encantador do acordeon, também conhecido como sanfona, está criando novas possibilidades de aprendizagem para os estudantes da Escola Estadual Irmã Rosa Aparecida, localizada no Dispensário Santana, em Feira de Santana (a 108Km de Salvador). A arte de tocar esse instrumento está sendo ensinada por meio do projeto Fortalecendo Laços IV – Acordeando, que tem como proposta estimular o protagonismo juvenil, por meio da arte, da cultura e do esporte, para alunos da escola e, também, para crianças, adolescentes, jovens e adultos da comunidade do entorno.
escola-estadual-em-feira-de-santana-cria-orquestra-de-sanfona-e-amplia-aprendizagem-por-meio-da-arte_2
A coordenadora do projeto, professora Ana Cristina Silva, conta que a oficina de acordeon surgiu na unidade em 2015, como forma de homenagear e realizar um sonho da gestora do complexo, Irmã Rosa. “Foi o amor pelo instrumento e pelo forró que levou a nossa gestora a criar o projeto Acordeando. Hoje temos cerca de 20 estudantes, entre 10 e 18 anos, da escola e da comunidade, participando da orquestra, que realiza ensaios diariamente, no período oposto ao das aulas”, explica a coordenadora.
Segundo a professora Ana Cristina, com o projeto, os estudantes aprendem a ler partituras e aprofundam o conhecimento sobre a cultura regional de várias formas, desde o estudo sobre a história da música e de artistas consagrados, até a relação do instrumento com o modo de vida do nordestino e como é usado em outras regiões do país. Ela também falou sobre outros impactos do projeto no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Depois das oficinas de acordeon, os estudantes ficaram mais disciplinados. Muitos se identificaram com a arte, por meio da música, e querem seguir carreira. Eles perderam a timidez e elevaram a autoestima”, avalia.
A orquestra, que tem como regente o maestro Val Santana, se apresenta em atos comemorativos do município, bem como em aberturas de conferências, encontros e seminários nas escolas públicas, privadas e faculdades. Para os festejos juninos, época em que a sanfona é muito lembrada nas festas, os integrantes preparam um repertório com muito xote, xaxado e baião. Músicas religiosas também entram no repertório da orquestra.  “O repertório é produzido em conjunto. O professor indica algumas músicas e escolhemos as que nos agradam”, explica o estudante Talisson Hebert Coutinho, 16, 9º ano do Ensino Fundamental II, que faz parte da orquestra há dois anos e diz que escolheu participar das oficinas de acordeon por ser um instrumento que tem um som encantador. “Tocar acordeon é bom demais. Quando estou tocando, viajo nos meus pensamentos. Durante esse período que estou no grupo, estudo muito sobre a importância desse instrumento na música, sua história e quem são os maiores sanfoneiros do país para me inspirar neles, pois quero me profissionalizar na área, ser um grande sanfoneiro”, revela.escola-estadual-em-feira-de-santana-cria-orquestra-de-sanfona-e-amplia-aprendizagem-por-meio-da-arte_1
Já Railane Sampaio, 14, também do 9º ano do Ensino Fundamental II, a única menina do grupo, diz que resolveu participar da orquestra depois de uma visita a oficina de acordeon. “Fiquei encantada com o som da sanfona. Foi algo que me conquistou. Pensei logo: é isso que quero para mim, para minha vida”, confessa a estudante, que também fala sobre ser a primeira e, até agora, a única menina da orquestra. “No começo fiquei um pouco tímida por só ter meninos, mas ao longo do tempo fui acostumando. Os meninos me deram apoio e, hoje, somos um grupo unido. Agora busco incentivar outras meninas a participarem, porque acredito que seria bem legal ter um número maior de mulheres tocando sanfona e, quem sabe, até criar uma orquestra de sanfona só de meninas”, comemora.

Escolas estaduais são mobilizadas para participação na Feira de Ciências, Matemática e Empreendedorismo

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) está mobilizando as escolas estaduais para a realização das feiras escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo 2019 e, consequentemente, para a 8ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). Para participar das feiras escolares, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual precisam fazer a adesão ao projeto até esta sexta-feira (31), mediante preenchimento de formulário disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). No Portal, também estão disponíveis a chamada pública e o edital com todas as diretrizes para a participação dos estudantes e professores na 8ª FECIBA.
FECIBA
As feiras escolares acontecerão de 1º de agosto a 30 de setembro de 2019 e são compostas pela exposição e mostra de trabalhos realizados por estudantes sob a orientação de um professor. Os trabalhos selecionados nas feiras escolares deverão ser submetidos à 8ª FECIBA, no período de 1º a 20 de outubro. A FECIBA é considerada uma estratégia de divulgação e popularização científica, que envolve mostra de experiências e de estímulo ao protagonismo estudantil. Na atividade, os estudantes do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação Profissional e Tecnológica, orientados por docentes, apresentam projetos desenvolvidos em sala de aula, que fortalecem o domínio de competências e habilidades nas diversas áreas do conhecimento.

Arte e cultura – Neste ano, a SEC, por meio da Coordenação Executiva de Projetos Estratégicos da Educação, amplia os horizontes e possibilidades tanto das feiras escolares quanto da FECIBA, incentivando interlocuções com diversos campos do conhecimento. Assim, além dos projetos de iniciação científica, as feiras incluirão aqueles desenvolvidos no âmbito dos projetos estruturantes e intersetoriais promovidos na rede estadual. São eles: Artes Visuais Estudantis (AVE); Festival Anual da Canção Estudantil (FACE); Tempos de Arte Literária (TAL); Educação Patrimonial e Artística (EPA); Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP); Dança Estudantil (DANCE); Encontro Coral (ENCANTE); Produção Vídeos Estudantis (PROVE); Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC), Educação Ambiental e Saúde e Escolas Culturais. Todos os projetos a serem submetidos à FECIBA deverão estar enquadrados nas seguintes áreas: Ciências Exatas e Engenharia; Ciências Humanas e Ciências Sociais aplicadas; Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Empreendedorismo, Mundo do Trabalho e Projeto de Vida; Energia e Sustentabilidade e Júnior Menor.

Foto: Ilustrativa/Divulgação

Gestores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação participam de encontro formativo em Feira de Santana

Com o tema “Orientando o sucesso da gestão dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE)”, gestores dos 27 NTE da rede estadual na Bahia estão participando do IV Encontro de Dirigentes, no Instituto de Educação Gastão Guimarães, em Feira de Santana. A atividade, que iniciou nesta quinta-feira (23) e segue até amanhã (24), tem o objetivo de alinhar os processos de gestão da Secretaria da Educação do Estados (SEC) e dos NTE, envolvendo temas voltados para o pedagógico, à infraestrutura, ao planejamento estratégico, à articulação e organização das escolas estaduais, além de desencadear um processo formativo dos dirigentes.

Durante a abertura, o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância deste processo formativo. “Nosso maior objetivo é fortalecer os Núcleos Territoriais de Educação. Por isso, os dirigentes devem estar alinhados com todo o processo de gestão da Secretaria para atuar junto às escolas da sua região. Isso também contribui para a articulação com os municípios, criando um regime de colaboração eficaz. As escolas são um espaço de conhecimento e a nossa função é promover a aprendizagem. Então, queremos dirigentes preparados e articulados para desenvolverem ainda mais a educação no seu território”, afirmou.

 - IV Encontro de Dirigentes em Feira de Santana - Foto - Raquel Lacerda  (32)

Entre os temas do primeiro dia foram debatidos o Sistema de Avaliação Baiana de Educação, que visa dar suporte às escolas, por meio de uma plataforma on-line e provas diagnósticas para avaliarem o desempenho dos estudantes durante o ano letivo, e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Também foram abordados o planejamento e a gestão organizacional da SEC. Na sexta, os dirigentes participam de oficinas e grupos de trabalho sobre Recursos Humanos, infraestrutura e censo escolar. Também será promovida a primeira etapa de Formação de Dirigentes de NTE, pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), que faz parte da estrutura organizacional da Secretaria.

Anfitrião do encontro, o diretor Ivanberg Lima, do NTE 19, de Feira de Santana, destacou ser fundamental o suporte da Secretaria da Educação para a gestão dos núcleos. “Este encontro é essencial para podermos ouvir e trocar experiências. É o momento de termos uma aproximação com o órgão central e conseguirmos um suporte maior para fortalecer a nossa relação com os municípios, porque acreditamos na educação de todos os baianos e juntos podemos desenvolver um trabalho que ajude na qualificação da educação pública”, ressaltou.

O diretor Clendson Barreto, do NTE 01, de Irecê, falou como o encontro pode contribuir para a aprendizagem dos estudantes. “Este quarto encontro consolida um planejamento muito importante da SEC de estabelecer esta aproximação com os NTE’s. Aqui nós podemos buscar resoluções para questões das mais variadas, como alimentação escolar, pessoal, transporte e infraestrutura, e tudo isso voltado para a melhoria da Educação do Estado. Ainda temos a oportunidade de conversar presencialmente com os colegas, conhecendo experiências exitosas e dialogando sobre o trabalho realizado nos outros núcleos”, disse.

Foto: Raquel Lacerda

Para mais fotos relacionadas acesse: https://flic.kr/s/aHsmDK74kQ

 – ASCOM