Encerram nesta quinta-feira (16) as inscrições para mais de 12 mil vagas da Educação Profissional e Tecnológica

Termina nesta quinta-feira (16) o prazo de inscrições para o processo seletivo para o preenchimento das 12.395 vagas de 45 cursos técnicos de nível médio na forma de articulação subsequente ao Ensino Médio, ofertadas pela Secretaria da Educação do Estado. Os interessados devem se inscrever, exclusivamente, no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). A divulgação do resultado está prevista para sexta-feira (17) e a matrícula dos selecionados será no período de 28 a 30 de janeiro, na unidade escolar para a qual foi classificado. O ano letivo terá no dia 10 de fevereiro.

As vagas são destinadas aos Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP) e Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP), bem como as unidades compartilhadas na capital e em 93 municípios baianos. Podem concorrê-las estudantes que já concluíram o Ensino Médio e suas modalidades de forma gratuita – seja na rede pública de ensino ou nos âmbitos federal, estadual ou municipal – ou tenham, comprovadamente, cursado em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista.

Entre os cursos ofertados estão os de Técnico em Administração, Técnico em Análises Clínicas, Técnica em Edificações. Técnico em Agropecuária, Técnico em Artes Visuais, Técnico em Instrumento Musical, Técnico em Informática, Técnico em Cozinha e Técnico em Segurança do Trabalho.

Educação Profissional – A Educação Profissional e Tecnológica tem como objetivo consolidar e ampliar a oferta da modalidade em consonância com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos territórios baianos, promovendo a inserção cidadã na vida social e no mundo do trabalho. Está presente na rede estadual por meio de 232 espaços, sendo 36 Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP), 45 Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP) e 151 unidades compartilhadas.A oferta chega aos 27 Territórios de Identidade e, em 2019, beneficiou mais de 90 mil estudantes em 158 municípios baianos. Atualmente, são oferecidos 69 cursos e, ao longo do percurso formativo, os estudantes adquirem conhecimentos teóricos e práticos, além de protagonizarem intervenções sociais e desenvolverem projetos e tecnologias sociais de baixo custo e de relevância social.
Foto: Geraldo Carvalho ASCOM/SEC     

Secretaria da Educação do Estado lança curso de qualificação profissional em Auxiliar Administrativo para Pessoas com Deficiência

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia lançou, nesta quarta-feira (15), no auditório da instituição, em Salvador, o curso de qualificação profissional em Auxiliar Administrativo para pessoas com deficiência. O público-alvo são egressos do ensino médio entre 2015 e 2019, e concluintes em 2020 da rede estadual de educação. O curso, que possui 240 vagas, será ministrado pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), para garantir a continuidade do trabalho inclusivo iniciado na Educação Básica e oportunizar o ingresso dessas pessoas no mercado de trabalho através do Programa Primeiro Emprego. As aulas estão previstas para serem iniciadas entre março e abril deste ano.

Com carga horária de 240 horas, o curso acontecerá em quatro polos, em seis escolas, atendendo 72 escolas da rede, centros e conveniadas. As unidades escolares são: Colégio Estadual Roberto Santos; Colégio Estadual Rotary; Colégio Estadual Satélite; Colégio Estadual Euricles de Matos, Colégio Estadual Manoel Devoto; e Colégio Estadual Abílio César Borges.

O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, destacou a importância da inserção desses jovens no Programa Primeiro Emprego por meio do curso.  “Para o secretário Jerônimo Rodrigues e o governador Rui Costa a pauta da inclusão e da justiça social é fundamental, pois nós acreditamos, lutamos e estamos envolvidos. Particularmente, lá na subsecretaria temos colaboradores do Programa Primeiro Emprego, que se dedicam e se deparam com questões complexas de um Estado que tem uma rede enorme de educadores e de escolas. O depoimento que nós temos do trabalho deles é de que há um engajamento muito forte e, isso, nos faz entender que são capazes e que precisam de oportunidades e eles se sentem valorizados”, afirmou.

A professora da UNEB e coordenadora do curso, Rita Carvalho, falou sobre a finalidade do curso. “A UNEB será a executora do curso com professores especialistas e apoio pedagógico especializado para que este sujeito consiga, além da qualificação específica na área administrativa, desenvolver o empoderamento para que ele se sinta de verdade parte da instituição que vai recebê-lo no Programa Primeiro Emprego”.

Mobilização em rede – A iniciativa é uma parceria da Secretaria da Educação do Estado com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Casa Civil, Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Secretaria de Trabalho Empreso e Renda (SETRE) e Fundação Luís Eduardo Magalhães.

O evento de lançamento do curso também contou com a presença da superintende de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito; do coordenador Executivo de Projetos Estratégicos da SEC, Marcius de Almeida Gomes; da diretora de Educação e Suas Modalidades da SEC, Thamires Vasconcelos; da coordenadora de Educação Especial da SEC, Marlene Cardoso; do representante da Casa Civil, Almerico Lima; do presidente da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM); Rodrigo Hita e demais convidados. 

Foto: Josenildo Almeida ASCOM/SEC

Polícia Militar divulga resultado do sorteio eletrônico para CPM e creche

A Polícia Militar da Bahia divulgou, nesta segunda-feira (13), o resultado do sorteio eletrônico para admissão de alunos nas 15 unidades do Colégio da Polícia Militar (CPM) e da Creche da PM Nossa Senhora das Graças/CMEI para o ano letivo de 2020.

Confira o resultado (http://www.pm.ba.gov.br/homepmbacpmsorteio.html)

CPM no estado – A PMBA dispõe de 15 unidades do colégio em todo estado e 12.814 alunos. Além dos cinco colégios na capital (Dendezeiros, Luiz Tarquínio, Ribeira, Lobato e Cajazeiras), os CPM estão distribuídos nas cidades de Teixeira de Freitas, Alagoinhas, Ilhéus, Itabuna, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Candeias, Juazeiro, Jequié e Barreiras.

Fotos paula Fróes GOVBA

Estados nordestinos discutem ações para compras conjuntas de insumos e serviços para a Educação

Representantes das secretarias de Educação de seis estados da região Nordeste –  Bahia, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Norte, Maranhão e Pernambuco – discutiram, nesta terça-feira (3), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, ações para a realização de compras conjuntas de insumos e serviços para a Educação. Estes e os demais estados nordestinos fazem parte da Câmara Técnica Permanente de Compras e Licitações do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED). A iniciativa também faz parte da agenda do Consórcio Nordeste, que reúne os governadores em torno de ações em comum para a região, e objetiva otimizar a aplicação de recurso público.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou da importância da iniciativa. “Nós temos uma outra agenda voltada para o campo pedagógico, mas hoje, aqui, com a participação da secretaria executiva do Consórcio, a nossa expectativa é de fechamento de uma proposta de compras públicas. Naturalmente que temos uma lista com diversas opções de equipamentos e sistemas de avaliação. O nosso foco é em torno de quatro produtos que possamos comprar conjuntamente, a exemplo de kit escolar, carteiras e ar-condicionado. Esta iniciativa vai envolver o corpo técnico dos nove estados, com profissionais qualificados que irão fortalecer a unidade da Educação no Nordeste”, afirmou.

A diretora geral da Secretaria da Educação do Estado, Talita Nobre, explicou sobre os encaminhamentos do encontro. “Nesta reunião retomamos as pautas que foram validadas e discutidas pelos secretários que fazem parte do Consórcio Nordeste para darmos encaminhamentos a esta construção de aquisição coletiva de itens para a Educação. Estamos fechando um cronograma de execução, discutindo alguns tópicos que precisarão ser validados pelos secretários, para que a gente possa fechar os termos de referência e publicar alguns editais. Esta é uma pauta muito estratégica para o Nordeste. A Educação ganha muito com esta discussão, que trará mais eficiência na aquisição de itens que beneficiarão a nossa rede”, destacou.

Para o representante da Secretaria da Educação de Pernambuco, Anselmo Carvalho, a iniciativa otimizará os gastos públicos.  “Os estados do Nordeste se uniram para realizar compras públicas uniformizadas e trazendo mais economia. Este é o nosso quarto encontro e tem sido muito proveitoso. O trabalho já avançou bastante e a expectativa agora é definir as últimas ações para, efetivamente, haver publicação do primeiro edital dessa compra uniformizada e, com isso, otimizar os gastos públicos e atingir melhores resultados na Educação”, comentou.
Fotos: Claudionor Jr

Secretaria da Educação do Estado orienta sobre devolução de livros didáticos

Com a aproximação do final do ano letivo da rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação do Estado orienta as unidades escolares sobre a devolução dos livros didáticos entregues aos estudantes e professores do Ensino Médio. A devolução é imprescindível, pois os mesmos serão reutilizados por outros estudantes no ano letivo de 2020.

Segundo a coordenadora do Livro Didático e Biblioteca da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, cada unidade escolar deve incentivar a boa conservação do material didático, bem como adotar medidas para estimular as devoluções. “As escolas deverão fazer campanhas em sala de aula para a devolução dos livros didáticos. É importante frisar que a campanha de cuidado, preservação e conservação deve ser realizada durante todo o ano letivo, já que outros estudantes vão usar os mesmos livros no ano seguinte”, destacou.

Segundo a coordenadora, não há necessidade de recolher os livros consumíveis, ou seja, aqueles que geralmente possuem atividades para serem respondidas pelos estudantes no próprio livro e, por conta disso, não podem ser reutilizados, como são os casos de alguns livros de Línguas Estrangeiras, Filosofia, Sociologia e Artes. Para saber se o livro é reutilizável ou consumível, basta verificar a quarta capa do livro, onde consta esta indicação.

Novos livros

As escolas também devem ficar atentas ao recebimento dos novos livros didáticos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC), destinados aos estudantes do Ensino Fundamental II, no ano letivo de 2020.

A secretaria chama a atenção para a necessidade de conferir se o nome da unidade escolar e a quantidade enviada correspondem com os materiais contidos nos pacotes, sendo que a entrega realizada pelos Correios acontece de segunda a sexta-feira, em horário comercial, e aos sábados pela manhã.

Caso a reposição dos livros, que é realizada de forma automática pelo FNDE, não supra as necessidades do colégio, será possível fazer um novo pedido denominado Reserva Técnica, a partir de março através do site do PDDE Interativo, no endereço http://pddeinterativo.mec.gov.br/.
Foto: Ilustrativa/ Claudionor Jr

Estudantes apresentam projetos científicos na Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária em Salvador

A 10ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontece até o dia 1º de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador, está sendo palco para os estudantes da Educação Profissional da rede estadual apresentarem projetos e tecnologias sociais de baixo custo. Os projetos voltados para temas como sustentabilidade, inovação e empreendedorismo foram desenvolvidos nas escolas e centros de Educação Profissional. O evento, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), apresenta ao público a diversidade cultural e o potencial produtivo do setor rural baiano.

Outro destaque da feira são as miniescolas-fábrica da Carne de Sol, do Centro Tecnológico de Educação Profissional (CETEP) do Médio Sudoeste da Bahia, localizado em Itororó, e, de Chocolate, do CETEP do Baixo Sul, situado em Gandu, que estão com estruturas instaladas no evento, com a presença de alunos e professores compartilhando suas experiências de aprendizado.

Dentre os projetos que estão sendo apresentados no Balcão Tecnológico, destacam-se “Palmix: sabonete da palma forrageira”, desenvolvidos pelos estudantes do Colégio Estadual Luís Cabral, localizado em Canudos; “Sistema de Irrigação Inteligente (CETEP) em Tecnologia da Informação e Comunicação, em Lauro de Freitas; e “Os benefícios da bebida probiótica kombucha com adição de mel das abelhas Apis Melliferas”, do CETEP Vale do Jiquiriçá, localizado em Amargosa, dentre outros.

O estudante Kaik Peixinho Guimarães, 15, do curso técnico em Agroecologia do Colégio Estadual Luís Cabral, localizado em Canudos, explicou sobre o projeto do sabonete. “Desenvolvemos o produto com o objetivo de mostrar que a utilização da palma não se restringe apenas à alimentação animal ou humana. Pode ser usada para a produção de cosmético, como o nosso sabonete que possui vitaminas A, D e E, além de colágeno que serve para aumentar a elasticidade da pele e é muito benéfico para a saúde”, revelou o estudante.

A estudante Daniele Bispo, 21, do curso técnico em Agropecuária, do CETEP Vale do Jiquiriçá, localizado em Amargosa, está apresentando com seus colegas o projeto “Os benefícios da bebida probiótica Kombucha com adição de mel das abelhas Apis Melliferas”. “Trata-se de uma bebida probiótica feita através da infusão de chá verde e utilizamos a produção do mel que temos no nosso colégio com o objetivo de substituir o refrigerante industrializado com sabores de abacaxi e uva integral. A bebida é feita a partir de uma bactéria rica em lactobacilos, vitaminas K, B1 e B12 e enzimas gastrointestinais que combatem a asma, câncer e cândida, além de ser bom para a articulação e funciona como estimulante sexual”, afirmou.

Programação – O evento também conta com visita guiada até sexta-feira (29), no turno vespertino, na qual os estudantes do curso técnico em Guia de Turismo do CEEP em Gestão e Negócios e Turismo Luiz Navarro de Brito apresentam a Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária ao público visitante, especialmente às caravanas escolares, mostrando a importância do evento, bem como a valorização e disseminação da Agricultura Familiar e economia solidária do nosso Estado. Na Cozinha Show, nos dias 27 e 29, estudantes dos cursos de técnicos em Cozinha, Técnico em Nutrição e Dietética e Técnico em Panificação do Centro de Educação Profissional Empreende Bahia vivenciam a prática relacionada aos cursos. Além disso, também haverá momentos culturais com as apresentações de dança do Grupo Black Dance, nesta quinta-feira (28), e da Orquestra do CEEP em Música, no dia na sexta (29).

 Fotos: Geraldo Carvalho

Secretaria da Educação do Estado promove formação para merendeiras em Feira de Santana

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu, neste sábado (23), o curso de aperfeiçoamento para manipuladores de alimentos, no Colégio Modelo de Feira de Santana. A atividade, que contou com a participação do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, faz parte de uma série de ações que vêm sendo desenvolvidas pela Secretaria para garantir uma alimentação cada vez mais nutritiva e saudável para os estudantes.

A iniciativa, coordenada pela nutricionista Júlia Uzeda, reuniu 40 merendeiras de 20 unidades escolares de Feira de Santana e abordou questões desde a manipulação até o armazenamento corretos dos alimentos. O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre a importância deste processo de formação. “Uma prova da preocupação do Governo da Bahia com a Educação, em especial com a alimentação, é a contratação de 36 nutricionistas, que estão em cada núcleo, acompanhando as escolas dos territórios para poder planejar, orientar e discutir o cardápio. Esta ação em Feira de Santana já é uma consequência disso. Temos a preocupação com a qualidade da matéria-prima que está sendo comprada, mas também com a formação das nossas merendeiras, que exercem um papel importantíssimo nas escolas”, afirmou.

A merendeira Claudiana de Jesus, do Colégio Estadual Coriolano de Carvalho, ficou entusiasmada com os novos aprendizados. “Quero agradecer por este encontro. Foi tudo ótimo e nos instruiu como fazer de forma correta a merenda dos meninos. Só tenho a agradecer a todos que estiveram aqui, ao nosso secretário Jerônimo, ao professor Ivamberg e à nutricionista Júlia por tirar nossas dúvidas. E agradecer, também, a direção da escola por nos motivar a ter participado deste encontro”, afirmou.

O diretor do Núcleo Territorial de Educação de Feira de Santana (NTE 19), Ivamberg Lima, falou que a formação terá continuidade ainda neste mês. ”Esta foi a primeira formação para as nossas cozinheiras e merendeiras, por meio da qual elas aprenderam novos conceitos científicos sobre o trabalho tão valoroso que desenvolvem no dia a dia das escolas. Percebemos que todas saíram muito satisfeitas e teremos outra turma no próximo dia 30”, afirmou.

Fotos: Darlan DhOuro

Fanfarras escolares de sete estados do Norte e Nordeste fazem apresentações em Feira de Santana

Está iniciada a XII Copa Nordeste e Norte de Bandas e Fanfarras, no município de Feira de Santana. O evento, que segue até este domingo (24), tem o objetivo de incentivar os jovens músicos na troca de conhecimentos e informações na área da Música, além de promover o intercâmbio sociocultural entre os integrantes. Participam do evento um total de 42 grupos dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Maranhão.

Representando o secretário da Educação do Estado (SEC), o coordenador de projetos estratégicos, Marcius Gomes, destacou a importância do incentivo das fanfarras nas escolas. “O projeto das fanfarras escolares vai além do ensino da música, segue uma pedagogia de desenvolvimento cultural e social dos estudantes. E, compreendendo a concepção no Novo Ensino Médio, queremos discutir ainda mais a necessidade destas ferramentas formativas no currículo escolar”, disse.

O encontro é realizado pela Associação Norte/Nordeste de Bandas e Fanfarras (ANNEBAF), pela Associação de Fanfarras e Bandas da Bahia (AFAB-BA) e pela Liga Cultural de Bandas Musicais da Bahia (LICBAMBA), em parceria com o Governo da Bahia. “Este evento é de suma importância, porque engloba grupos de diversos estados que podem trocar experiências sobre as suas atuações em suas regiões”, destacou a presidente da AFAB-BA, Adriana Aparecida.

A estudante Vitória dos Santos, do Colégio Estadual João Batista Carneiro, falou da emoção de participar da Copa. “Tive esta oportunidade de integrar a Banda Marcial Recomeçar, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), e estou muito contente de também estar conhecendo colegas de outros estados. Fico feliz de poder realizar o sonho de minha mãe, que tinha vontade de participar da fanfarra. A atividade também ajuda a termos mais disciplina e foco por meio da música”, disse.

Fotos: Claudionor Junior

Mais de 500 mil estudantes da rede estadual devem renovar a matrícula a partir desta quinta-feira (21) pelo SAC Digital

Mais de 500 mil estudantes devem renovar a matrícula na rede estadual de ensino a partir desta quinta-feira (21) para o ano letivo de 2020. O processo de pré-matrícula, que segue até o dia 10 de dezembro, deverá ser feito por todos os estudantes com matrícula e frequência regular nas escolas estaduais, em 2019. A grande novidade deste ano é que a matrícula agora é 100% on-line, podendo ser feita por dispositivos móveis como tablets e celulares. Basta que os pais ou responsáveis baixem o aplicativo do SAC Digital nas lojas APP Store ou Google Play, ou façam o cadastro através do link (https://www.sacdigital.ba.gov.br/).

O SAC Digital é uma moderna plataforma, que unifica todos os serviços do Estado em um único portal. A matrícula on-line foi incluída nesta ferramenta graças à parceria entre a Secretaria da Educação do Estado (SEC), a Secretaria da Administração do Estado (SAEB), e a Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (PRODEB), com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Passo a passo – Para realizar o cadastro, o estudante precisa acessar o SAC Digital (portal ou aplicativo) e clicar em “Cadastre-se” no menu principal. Em seguida, é só preencher um formulário. No campo “E-mail”, é necessário informar um e-mail que o usuário costuma acessar e que lembra a senha. No final do cadastro, será necessário acessar este e-mail para ativar a conta no SAC Digital. A matrícula só poderá ser realizada mediante este cadastro. Quem não quiser fazer a pré-matrícula on-line também tem a opção de efetuar na própria escola.

Novos alunos – Os estudantes oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas para este público, a matrícula será realizada de 21 a 28 de janeiro de 2020, de acordo com o calendário a ser divulgado pela Secretaria da Educação do Estado e que estará disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). Os mesmos também precisarão fazer o cadastro e, após a matrícula online, terão 24 horas para apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar do Estado, Manoel Vicente Calazans, falou sobre a importância deste avanço tecnológico. “A tecnologia hoje é uma ferramenta que permite mais acesso à informação e a matrícula pelo SAC Digital facilita ainda mais a vida dos estudantes e dos responsáveis, podendo ser feita de qualquer lugar”, afirmou Calazans, ao acrescentar que o processo da pré-matrícula, pelo SAC Digital, foi iniciado na segunda-feira (18) e seguiu até ontem (20), para estudantes da Educação Inclusiva.
Foto: Ilustrativa/ Cláudia Oliveira

Gestores dos Núcleos Territoriais de Educação planejam ações pedagógicas para o ano letivo de 2020

Os gestores e coordenadores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTEs) discutiram, nesta terça-feira (19), durante o segundo e último dia do VI Encontro de Dirigentes da Educação, realizado no Instituto Anísio Teixeira (IAT), algumas ações pedagógicas estratégicas voltadas para o ano letivo de 2020. Além disso, os participantes fizeram um balanço do encontro, que culminou em um espaço de compartilhamento de experiências vivenciadas em cada um dos territórios.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, destacou os temas abordados em sua palestra. “Fizemos um balanço deste ano e focamos especificamente na gestão da aprendizagem, no planejamento da Jornada Pedagógica 2020, na Pré-Jornada, que acontece ainda este ano, e, também, falamos sobre o Mais Estudo, ou seja, uma pauta pedagógica importante e com boas orientações”, destacou.

A gestora do Núcleo Territorial de Alagoinhas (NTE 18), Edilza Santos, fez um balanço positivo do encontro. “O secretário tem procurado manter estes diálogos porque ele sabe da importância de fortalecer a relação da secretaria com os núcleos, pois a gente alinha os encaminhamentos que são direcionados para as escolas. Um dos temas que destaco neste encontro, é a formação continuada, pois estamos chegando na fase final dessa caminhada já com os seminários, o que é um ganho enorme para a rede”, salientou.

Para o gestor do Núcleo Territorial de Salvador (NTE 26), Luiz Henrique Peixoto, além da avalição do que já foi realizado, o encontro serviu para traçar ações estratégicas para o próximo ano letivo. “Este encontro é muito importante para a rede, porque todos os gestores fizeram uma avaliação do trabalho desenvolvido ao longo do ano, o sucesso que foi a avaliação do SABE (Sistema de Avaliação Baiano da Educação), o projeto Mais Estudo e a formação continuada promovida pelo IAT. Além disso, apontamos a perspectiva e o planejamento estratégico para o ano de 2020, pois a tendência nossa é que, a partir de tudo o que foi elaborado e construído, a gente possa se apropriar disso com mais discernimento para que, em 2020, o nosso trabalho frutifique ainda mais”, afirmou.

O segundo dia do encontro também contou com a participação da diretora geral do IAT, Cybele Amado de Oliveira, que falou sobre os seminários territoriais de formação continuada e os novos desafios, características e indicadores de trabalho com formação continuada. Já o superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Vicente Calazans, deu orientações sobre questões como matrícula, transporte escolar e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
Fotos: Claudionor Jr